terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Do Capão do Zezinho ao Deus me Livre.....

Do Capão do Zezinho, aldeia Caxixó, até o Deus me Livre na divisa com Bom Despacho; do Lambari até a ponte do São Francisco indo para Abaeté; do encontro das águas (Pontal) até proximidades do Urucum (depois de Boa Vista) ; enfim, em toda Martinho Campos: que este Natal e Ano Novo sejam para nós bençãos de saúde, paz e alegrias mil!
Um Feliz Natal e um próspero Ano Novo a todos! São os votos do abadiaemfoco!

terça-feira, 10 de dezembro de 2019

E o nosso futebol?

Num ano cheio de novidades e mudanças no cenário esportivo, os três grandes times de Minas tiveram um comportramento pífio, mediano e trágico, para não citar nomes mais desastrosos para o período.
o Galão da Massa passou um ano com aproveitamento mínimo de 60% , tendo a única alegria a permanência na elite do futebol brasileiro. O América, começou mal, cresceu durante a competição e quase voltou à séire A do campeonato. E o Cruzeiro, melancolicamente (se bem que por seus próprios erros) fora rebaixado para a segunda divisão, deixando Minas Gerias com um representante apenas.
Todos deverão fazer uma reflexão neste fim de ano e mudar da água pro vinho, desde a base até os dirigentes, pois senão a coisa poderá desandar ainda mais no próximo ano.
Nosso futebol não merecia um ano assim! Mas que seja e vamos em frente, pois o tempo não para!

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Reflexão da sexta-feira

"Não possuir algumas das coisas que desejamos, é parte indispensável da felicidade."

domingo, 1 de dezembro de 2019

Lucas 15/Em dia com a Bíblia



E Chegavam-se a ele todos os publicanos e pecadores para o ouvir.
E os fariseus e os escribas murmuravam, dizendo: Este recebe pecadores, e come com eles.
E ele lhes propôs esta parábola, dizendo:
Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove, e vai após a perdida até que venha a achá-la?
E achando-a, a põe sobre os seus ombros, jubiloso;
E, chegando a casa, convoca os amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Alegrai-vos comigo, porque já achei a minha ovelha perdida.
Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.
Ou qual a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma dracma, não acende a candeia, e varre a casa, e busca com diligência até a achar?
E achando-a, convoca as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque já achei a dracma perdida.
Assim vos digo que há alegria diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.
E disse: Um certo homem tinha dois filhos;
E o mais moço deles disse ao pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me pertence. E ele repartiu por eles a fazenda.
E, poucos dias depois, o filho mais novo, ajuntando tudo, partiu para uma terra longínqua, e ali desperdiçou os seus bens, vivendo dissolutamente.
E, havendo ele gastado tudo, houve naquela terra uma grande fome, e começou a padecer necessidades.
E foi, e chegou-se a um dos cidadãos daquela terra, o qual o mandou para os seus campos, a apascentar porcos.
E desejava encher o seu estômago com as bolotas que os porcos comiam, e ninguém lhe dava nada.
E, tornando em si, disse: Quantos jornaleiros de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome!
Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti;
Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus jornaleiros.
E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou.
E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e perante ti, e já não sou digno de ser chamado teu filho.
Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa; e vesti-lho, e ponde-lhe um anel na mão, e alparcas nos pés;
E trazei o bezerro cevado, e matai-o; e comamos, e alegremo-nos;
Porque este meu filho estava morto, e reviveu, tinha-se perdido, e foi achado. E começaram a alegrar-se.
E o seu filho mais velho estava no campo; e quando veio, e chegou perto de casa, ouviu a música e as danças.
E, chamando um dos servos, perguntou-lhe que era aquilo.
E ele lhe disse: Veio teu irmão; e teu pai matou o bezerro cevado, porque o recebeu são e salvo.
Mas ele se indignou, e não queria entrar.
E saindo o pai, instava com ele. Mas, respondendo ele, disse ao pai: Eis que te sirvo há tantos anos, sem nunca transgredir o teu mandamento, e nunca me deste um cabrito para alegrar-me com os meus amigos;
Vindo, porém, este teu filho, que desperdiçou os teus bens com as meretrizes, mataste-lhe o bezerro cevado.
E ele lhe disse: Filho, tu sempre estás comigo, e todas as minhas coisas são tuas;
Mas era justo alegrarmo-nos e folgarmos, porque este teu irmão estava morto, e reviveu; e tinha-se perdido, e achou-se.

O homem e a bebida...

O Geryowaldo (herói da Badia) chega no bar centreal na Badia de Pitanguy e diz para o dono:
- Eu quero um copo de cachaça.
O dono serve a bebida e o Geryowaldo pega um canudo no bolso e coloca no copo. O dono então pergunta:
- Você não está muito grandinho pra usar canudo?
E o Geryowaldo responde:
- É que eu prometi para minha mulher que nunca mais colocaria a boca em um copo de cachaça.

Momento Nostalgia/Dezembro/Bailinhos na CNEC

Em tempos áureos aqui na Badia a garotada gostava mesmo era da chegada de dezembro. Não somente por ser o mês de férias escolares, mas também pelas chuvas, viagens, Natal e Ano Novo! Sim, era (e é) um mês muito festejado entre nós.
Outrora, a chegada do Dezembro também coincidia com os bailinhos de formatura das escolas "Dalila Vieira" e "CNEC" (Atual Escola Municipal Geraldo de Assis). Quase sempre realizados no salão de festas da então Escola da Comunidade Nossa Senhora da Abadia (CNEC) e com bandas de alta performance como a Banda Brasil 70, Banda Coma, Banda Crysp, Banda Phendas entre outras.
O baile era, resumidamente, assim: começava com um rock maneiro e passava para um mais pesadão fazendo a galerinha dançar muito. Depois tinha uma pausa e vinham as melodias para dançarmos de rosto colado. Era uma maravilha. 
Estes bailes marcaram a época aqui na Badia. 
E para lembrar ainda mais daquele tempo saudoso, vamos ouvir dois sucessos que sempre eram cantados nos bailinhos da Escola!

Agora a nacional (com participação internacional)





sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Reflexão da sexta-feira/É preciso saber viver


Quem espera que a vida
Seja feita de ilusão
Pode até ficar maluco
Ou morrer na solidão
É preciso ter cuidado
Pra mais tarde não sofrer
É preciso saber viver
Toda pedra do caminho
Você pode retirar
Numa flor que tem espinho
Você pode se arranhar
Se o bem e o mal existem
Você pode escolher
É preciso saber viver


segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Está muito cedo pra se falar em eleições municipais?

Não! Definitivamente não!
Forças do bem devem se unir e se aprofundarem nas conversas políticas dos partidos e dos propensos candidatos. Aliás, estes que ainda timidamente tentam um lugar ao sol.
Nossa comunidade possui mazelas que há anos vem incomodando todos martinho-campenses e se tornaram um verdadeiro obstáculo ao crescimento sustentável. São elas ; questão do meio ambiente, empregabilidade, BR 352, pouca receita para muita despesa etc. 
Evidentemente devemos ter muito bom senso para escolher os melhores nesta disputa ferrenha que é a eleição para prefeito e vereadores.
Para tal, como já disse em textos anteriores, é imprescindível que os próprios partidos já façam uma pré escolha dentro dos parâmetros da boa governabilidade , para assim termos candidatos bons para a disputa de outubro 2020.
Importante é estarmos atentos a todos e fazer um estudo antes de escolhermos nossos candidatos. O conhecimento dos mesmos se faz necessário e devemos, acima de tudo, observar características de um bom político: liderança, sabedoria, amor ao município, vontade de trabalhar, honestidade etc.
Nossa escolha é responsabilidade para quatro anos. Comecemos sim a nos preocuparmos com a eleição do ano que vem!

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Agora foi a vez do União Futebol Clube

o Clube esportivo de nossa cidade "União" foi agraciado com uma verba de R$50.000, 00 do governo estadual. Veja a publicação, ocorrida hoje, na íntegra:



EXTRATO DO TERMO DE FOMENTO Nº 1671.001265/2019. Partícipes: Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social - SEDESE e o União Futebol Clube, do município de Martinho Campos, MG. Objeto: apoio financeiro para instalação de grama sintética em quadra poliesportiva localizada na sede do União Futebol Clube, no endereço rua Padre Nonô, Centro do Município de Martinho Campos, MG. Valor do Repasse: R$ 50.000,00.Dotação Orçamentária Estadual:1671.27.8 13.189.4507.0001.4450.42.01.1.10.8. Valor Contrapartida Financeira: R$22.012,37. Assinatura: 13/11/2019. Vigência: 365 dias. Processo SEI nº 1480.01.0006233/2019-83.


Reflexão da sexta-feira

Para cada mil homens dedicados a cortar as folhas do mal apenas um atacando as raízes... 


quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Em dia com a Bíblia/Lucas 14



Aconteceu num sábado que, entrando ele em casa de um dos principais dos fariseus para comer pão, eles o estavam observando.
E eis que estava ali diante dele um certo homem hidrópico.
E Jesus, tomando a palavra, falou aos doutores da lei, e aos fariseus, dizendo: É lícito curar no sábado?
Eles, porém, calaram-se. E, tomando-o, o curou e despediu.
E respondendo-lhes disse: Qual será de vós o que, caindo-lhe num poço, em dia de sábado, o jumento ou o boi, o não tire logo?
E nada lhe podiam replicar sobre isto.
E disse aos convidados uma parábola, reparando como escolhiam os primeiros assentos, dizendo-lhes:
Quando por alguém fores convidado às bodas, não te assentes no primeiro lugar; não aconteça que esteja convidado outro mais digno do que tu;
E, vindo o que te convidou a ti e a ele, te diga: Dá o lugar a este; e então, com vergonha, tenhas de tomar o derradeiro lugar.
Mas, quando fores convidado, vai, e assenta-te no derradeiro lugar, para que, quando vier o que te convidou, te diga: Amigo, sobe mais para cima. Então terás honra diante dos que estiverem contigo à mesa.
Porquanto qualquer que a si mesmo se exaltar será humilhado, e aquele que a si mesmo se humilhar será exaltado.
E dizia também ao que o tinha convidado: Quando deres um jantar, ou uma ceia, não chames os teus amigos, nem os teus irmãos, nem os teus parentes, nem vizinhos ricos, para que não suceda que também eles te tornem a convidar, e te seja isso recompensado.
Mas, quando fizeres convite, chama os pobres, aleijados, mancos e cegos,
E serás bem-aventurado; porque eles não têm com que to recompensar; mas recompensado te será na ressurreição dos justos.
E, ouvindo isto, um dos que estavam com ele à mesa, disse-lhe: Bem-aventurado o que comer pão no reino de Deus.
Porém, ele lhe disse: Um certo homem fez uma grande ceia, e convidou a muitos.
E à hora da ceia mandou o seu servo dizer aos convidados: Vinde, que já tudo está preparado.
E todos à uma começaram a escusar-se. Disse-lhe o primeiro: Comprei um campo, e importa ir vê-lo; rogo-te que me hajas por escusado.
E outro disse: Comprei cinco juntas de bois, e vou experimentá-los; rogo-te que me hajas por escusado.
E outro disse: Casei, e portanto não posso ir.
E, voltando aquele servo, anunciou estas coisas ao seu senhor. Então o pai de família, indignado, disse ao seu servo: Sai depressa pelas ruas e bairros da cidade, e traze aqui os pobres, e aleijados, e mancos e cegos.
E disse o servo: Senhor, feito está como mandaste; e ainda há lugar.
E disse o senhor ao servo: Sai pelos caminhos e valados, e força-os a entrar, para que a minha casa se encha.
Porque eu vos digo que nenhum daqueles homens que foram convidados provará a minha ceia.
Ora, ia com ele uma grande multidão; e, voltando-se, disse-lhe:
Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo.
E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo.
Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?
Para que não aconteça que, depois de haver posto os alicerces, e não a podendo acabar, todos os que a virem comecem a escarnecer dele,
Dizendo: Este homem começou a edificar e não pôde acabar.
Ou qual é o rei que, indo à guerra a pelejar contra outro rei, não se assenta primeiro a tomar conselho sobre se com dez mil pode sair ao encontro do que vem contra ele com vinte mil?
De outra maneira, estando o outro ainda longe, manda embaixadores, e pede condições de paz.
Assim, pois, qualquer de vós, que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo.
Bom é o sal; mas, se o sal degenerar, com que se há de salgar?
Nem presta para a terra, nem para o monturo; lançam-no fora. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.


Sobre o clássico Galo x Raposa

O duelo futebolístico mais importante de Minas Galo x Raposa foi uma lástima, para não dizer uma tragédia encenada. Dois times perdidos em campo com poucas nuances de perigo ao gol adversário. Resultado óbvio: empate sem gols.
Parecia que a bola tinha vida, ninguém conseguia dominá-la. Chutes horríveis e jogadas cansativas aos olhos dos torcedores. Enfim, um espetáculo teatral de mau gosto.
O resultado ainda piora a situação dos times, pois os deixa próximos à zona de rebaixamento do campeonato.
Um jogo para ser esquecido. 
Tomara que os próximos jogos de Raposa e Galo tenham mais ânimo, raça e coragem do que foi mostrado neste domingo no Mineirão.
Aliás, o ano futebolístico dos dois já poderia ter terminado.
Clássico? Não....pelada!

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Verba para o Kosmus de Ibitira

Depois do Abadia, agora foi a vez do Kosmus, de Ibitira, receber um apoio financeiro do governo estadual. Serão R$80.000,00 para aquele clube! 
Parabéns e que o Kosmus continue fomentando o esporte em Ibitira!
Veja a publicação no Diário Oficial de hoje!

EXTRATO DO TERMO DE FOMENTO Nº 1671.001122/2019. Partícipes: Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e o Kosmus Futebol Clube, do município de Martinho Campos, MG. Objeto: Apoio financeiro para reforma e ampliação dos vestiários no campo de futebol do Kosmus Futebol Clube, localizado na Rua Cristóvão Alves da Silva, distrito de Ibitira no município de Martinho Campos, MG. Valor do Repasse: R$ 80.000,00. Dotação Orçamentária Estadual: 1671 27 813 189 4507 0001 445042 01 1 10 8. Valor da Contrapartida: R$ 224,10. Assinatura: 24/10/2019. Vigência: 365 dias

Reflexão da sexta-feira

“A imprensa que constrói uma democracia é a imprensa que fala o que quer, dá opinião que quer e se manifesta do jeito que bem entende.” “A massa mantém a marca, a marca mantém a mídia e a mídia controla a massa.” “Não existe opinião pública, existe opinião publicada.”

sexta-feira, 1 de novembro de 2019

Momento Nostalgia / "November Rain"

O tempo dos besouros e das siriricas novamente pairou sobre nossa cidade. A primavera veio forte e com ela as chuvas, mesmo que em pouco volume, providenciais. 
A natureza agradece, transformando o amarelo da poeira em verdejantes matas do cerrado mineiro.
Sempre foi assim o ciclo natural climático em nossa Martinho Campos.
Lembro-me bem dos tempos de outrora, quando nesta época (novembro) o Rio Picão transbordava e enchia as lagoas em sua volta, como por exemplo a Lagoa do  "Zé do Ozório" e a Lagoa do "Beleza" (foto).
Nós, ainda adolescentes, saímos com as varas de pescar e , nestas lagoas, fisgávamos traíras, piabas, mandis etc! Uma verdadeira alegria para a meninada que não possuía mídia social.
Hoje não temos mais as enchentes das lagoas, nem tanta chuva assim mais. Todavia a alegria de ainda termos um Rio e as lembranças dos tempos áureos, vale a pena ser eterno por aqui.
Aproveitando os embalos  nostálgicos vamos ouvir dois sucessos do passado, de presente para todos!






Reflexão da sexta-feira

"A imaginação é mais importante que o conhecimento. Conhecimento auxilia por fora, mas só o amor socorre por dentro. Conhecimento vem, mas a sabedoria tarda."


quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Time descompassado

O Atlético Mineiro se superou no descompasso deste ano e perdeu para o vice-lanterna Chapecoense em pleno Independência, diante de seus torcedores.
Uma lástima, pois agora lutará para não voltar a série B do Brasileirão.
O time começou o jogo apático e sem a tradicional raça do alvinegro. Mesmo com os torcedores cantando o hino e incentivando.
Não se sabe por que motivo, razão ou circunstância o time desmoronou diante da equipe (boa) das terras de Chapecó.
O remédio agora é vencer e vencer. A diretoria deverá rever seus conceitos, bem como a comissão técnica deverá estudar mais a equipe para uma volta por cima. Até porque faltam poucas rodadas para o final do certame e o Galo vem despencando na tabela.
Quanto aos jogadores, creio que deverão tomar uma dose de vergonha na cara e honrar o compromisso com o cidadão atleticano. Chega de preguiça, apatia e desfeita! Vamos que vamos, a ordem é "soerguimento"!

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Verba para o clube do Abadia

O Clube do Abadia, sediado em Martinho Campos, receberá do governo estadual a quantia de R$80.000,00 para construção da cobertura de uma quadra em sua sede. A publicação oficial aconteceu hoje.
Uma boa notícia para o clube, a cidade e aos desportistas martinho-campenses.
Veja, na íntegra, a publicação:


EXTRATO DO TERMO DE FOMENTO Nº 1671.001025/2019. Partícipes: Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e o Abadia Futebol Clube, do município de Martinho Campos, MG. Objeto: Apoio financeiro para construção de cobertura sobre quadra na sede do Abadia Futebol Clube, localizada na Praça Joaquim dos Santos.Valor do Repasse: R$ 80.000,00.Dotação Orçamentária Estadual: 1671 27 813 189 4507 0001 445042 01 1 10 8. Valor da Contrapartida: R$ 713,68. Assinatura: 17/10/2019. Vigência: 365 dias.Processo SEI nº 1480.01.0005343/2019-57


domingo, 20 de outubro de 2019

Eleições 2020

A pouco menos de um ano para as eleições municipais nossa comunidade já se posiociona para o pleito. Muitos partidos já se anteciparam e correm atrás das coligações, auxílios , filiações, registros etc. 
Muito importante porém é a conscientização política dos eleitores para que a escolha seja um avanço para a cidade.
Para que tenhamos um acompanhamento mais de perto o abadiaemfoco traz para todos as datas e os pormenores das eleições municipais 2020. 
Sempre buscando as informações atualizadas. 


 


Datas das eleições 2020 

Como de costume, a propagando eleitoral gratuita começará a ser liberada pelo TSE no início do mês de agosto, dando assim início a corrida eleitoral para todos os candidatos. 

Porém, o que poucas pessoas sabem, é que as eleições já irão começar no primeiro dia do ano, assim como sempre ocorreu. 

Por causa da propagandas eleitoral só começar em agosto, a população tem a sensação de que somente a partir deste mês é dada a larga, porém, existem outros processos bastante importantes que ocorrem logo no início do ano. 

Confira abaixo as dias das eleições em 2020 de forma completa: 
01/01/2020 

Começam a ser registradas de maneira oficial pelo TSE e pelo TER toda pesquisa eleitoral por intenção de votos que as agências de pesquisa façam em qualquer área do território brasileiro, 
04/05/2020 

Dia final para solicitar a emissão de um novo título de eleitor por parte do cidadão, o que irá lhe causar futuramente a proibição de seu direito ao voto, já que não possuirá o seu título de eleitor. 

Além de também ser o prazo final para solicitação de troca de local de votação individual. 
13/06/2020 até 03/08 

Começará a ser divulgado os nomes dos integrantes das mesas receptoras. 
03/08/2020 

Data final para solicitar um título de eleitor para os casos em que o cidadão esteja fora de seu domicílio eleitoral. 
22/09/2020 

Data final para solicitar a segunda via do título de eleitor para quem está dentro de seu domicílio eleitoral. 
01/10/2020 

A data do primeiro turno das eleições 2020 está agendada para o dia:
04/10/2020 

.

Em dia com a Bíblia/Lucas 13



E, Naquele mesmo tempo, estavam presentes ali alguns que lhe falavam dos galileus, cujo sangue Pilatos misturara com os seus sacrifícios.
E, respondendo Jesus, disse-lhes: Cuidais vós que esses galileus foram mais pecadores do que todos os galileus, por terem padecido tais coisas?
Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.
E aqueles dezoito, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, cuidais que foram mais culpados do que todos quantos homens habitam em Jerusalém?
Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.
E dizia esta parábola: Um certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha, e foi procurar nela fruto, não o achando;
E disse ao vinhateiro: Eis que há três anos venho procurar fruto nesta figueira, e não o acho. Corta-a; por que ocupa ainda a terra inutilmente?
E, respondendo ele, disse-lhe: Senhor, deixa-a este ano, até que eu a escave e a esterque;
E, se der fruto, ficará e, se não, depois a mandarás cortar.
E ensinava no sábado, numa das sinagogas.
E eis que estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade, havia já dezoito anos; e andava curvada, e não podia de modo algum endireitar-se.
E, vendo-a Jesus, chamou-a a si, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade.
E pôs as mãos sobre ela, e logo se endireitou, e glorificava a Deus.
E, tomando a palavra o príncipe da sinagoga, indignado porque Jesus curava no sábado, disse à multidão: Seis dias há em que é mister trabalhar; nestes, pois, vinde para serdes curados, e não no dia de sábado.
Respondeu-lhe, porém, o Senhor, e disse: Hipócrita, no sábado não desprende da manjedoura cada um de vós o seu boi, ou jumento, e não o leva a beber?
E não convinha soltar desta prisão, no dia de sábado, esta filha de Abraão, a qual há dezoito anos Satanás tinha presa?
E, dizendo ele isto, todos os seus adversários ficaram envergonhados, e todo o povo se alegrava por todas as coisas gloriosas que eram feitas por ele.
E dizia: A que é semelhante o reino de Deus, e a que o compararei?
É semelhante ao grão de mostarda que um homem, tomando-o, lançou na sua horta; e cresceu, e fez-se grande árvore, e em seus ramos se aninharam as aves do céu.
E disse outra vez: A que compararei o reino de Deus?
É semelhante ao fermento que uma mulher, tomando-o, escondeu em três medidas de farinha, até que tudo levedou.
E percorria as cidades e as aldeias, ensinando, e caminhando para Jerusalém.
E disse-lhe um: Senhor, são poucos os que se salvam? E ele lhe respondeu:
Porfiai por entrar pela porta estreita; porque eu vos digo que muitos procurarão entrar, e não poderão.
Quando o pai de família se levantar e cerrar a porta, e começardes, de fora, a bater à porta, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos; e, respondendo ele, vos disser: Não sei de onde vós sois;
Então começareis a dizer: Temos comido e bebido na tua presença, e tu tens ensinado nas nossas ruas.
E ele vos responderá: Digo-vos que não vos conheço nem sei de onde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniqüidade.
Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, e Isaque, e Jacó, e todos os profetas no reino de Deus, e vós lançados fora.
E virão do oriente, e do ocidente, e do norte, e do sul, e assentar-se-ão à mesa no reino de Deus.
E eis que derradeiros há que serão os primeiros; e primeiros há que serão os derradeiros.
Naquele mesmo dia chegaram uns fariseus, dizendo-lhe: Sai, e retira-te daqui, porque Herodes quer matar-te.
E respondeu-lhes: Ide, e dizei àquela raposa: Eis que eu expulso demônios, e efetuo curas, hoje e amanhã, e no terceiro dia sou consumado.
Importa, porém, caminhar hoje, amanhã, e no dia seguinte, para que não suceda que morra um profeta fora de Jerusalém.
Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, e apedrejas os que te são enviados! Quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha os seus pintos debaixo das asas, e não quiseste?
Eis que a vossa casa se vos deixará deserta. E em verdade vos digo que não me vereis até que venha o tempo em que digais: Bendito aquele que vem em nome do Senhor.


Viagem dos amigos

O Geryowaldo (herói da Badia), nos tempos idos, vai à estação ferroviária para comprar um bilhete.

- Quero uma passagem para o Esbui – solicita ao atendente.

- Não entendi; o senhor pode repetir?

- Quero uma passagem para o Esbui!

- Sinto muito, senhor, não temos passagem para o Esbui.

Aborrecido, o Geryowaldo se afasta do guichê, se aproxima do amigo que o estava aguardando e lamenta:

- Olha, Esbui, o homem falou que prá você não tem passagem não!



Novo delegado para Martinho Campos


Uma boa notícia para a comunidade martinho-campense. Foi publicada, neste último sábado, no diário oficial do Estado, a designação de um delegado para a cidade de Martinho Campos/MG.
Com isso nossa segurança pública se fortalece, trazendo ainda mais agilidade nos trâmites policiais de nosso município.
Veja na íntegra a publicação:

.......
ATOS ASSINADOS PELO SENHOR CHEFE DA POLÍCIA CIVIL DE MINAS GERAIS 72.337 - no uso de suas atribuições, nos termos do inciso IV do artigo 22 da Lei Complementar nº 129, de 08 de novembro de 2013 e observado o disposto na Resolução nº 8.114 de 14 de outubro de 2019, designa os Delegados de Polícia Substitutos, código DL, a seguir nominados, para exercício na primeira lotação, nas unidades a que menciona:

........
Giuseppe Schettini Iennaco 1.478.933-3 Delegacia de Polícia Civil de Martinho Campos/2ª DRPC de Bom Despacho/7º DEPPC

Resultado de imagem para policia civil de minas gerais

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Reflexão da sexta-feira

A preciosidade humana se revela no olhar, nos valores, nos pensamentos, nos sentimentos, no caráter.

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Dia 12 REMEMBER TIP TOP

Nenhuma descrição de foto disponível.Os tempos áureos da noite martinho-campense se farão presentes neste sábado dia 12, no Pinheiro, com mais uma edição de Remember Tip Top. 
Sob a batuta do "Disc Jockey" Alair Freitas, o evento contará com a galera dos anos 60/70/80 e dos jovens que curtem uma boa melodia!
O Tip Top, sem sombra de dúvida, foi um dos ambientes mais frequentados e curtidos que outrora existiam em nossa região. Tipo um "FACEDANCE".
Com certeza teremos um show de ficar na memória, dançando e ouvindo aquelas músicas que marcaram e , até hoje, fazem sucesso em nossos corações.
Vamos todos marcar presença.
Segue abaixo uma das melodias que sempre toca (tocava) no Tip Top.


Oscilação no Galo

O Atlético vem oscilando novamente e desta vez conseguiu empatar com o vice-líder Palmeiras e podia até ter ganhado. Essa sina está fazendo do Galo um time bipolar, alternando bons jogos com disputas medíocres. O torcedor sofre dobrado por causa dessa situação .
Mas, acompanhando a tradição alvinegra, vamos acreditando sempre e, quiçá, possamos subir posições e estar na Libertadores ano que vem.
Não distante podemos atribuir essa bipolaridade à falta de um meio campo consistente e reservas à altura. Faltam jogadores nessa área. Hoje contamos com Otero, Luan e Cazares mais a frente, Elias e Jair resguardando a zaga. Todavia, contusões, problemas extra-campo e escalações  obtusas fazem do Galo um time de duas facetas.
Tenhamos fé. Acreditamos sempre!
Bora Galo! Ainda dá tempo!


Em dia com a Bíblia/Lucas 12



1 Ajuntando-se entretanto muitos milhares de pessoas, de sorte que se atropelavam uns aos outros, começou a dizer aos seus discípulos: Acautelai-vos primeiramente do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia.

2 Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido.

3 Porquanto tudo o que em trevas dissestes, à luz será ouvido; e o que falastes ao ouvido no gabinete, sobre os telhados será apregoado.

4 E digo-vos, amigos meus: Não temais os que matam o corpo e, depois, não têm mais que fazer.

5 Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei.

6 Não se vendem cinco passarinhos por dois ceitis? E nenhum deles está esquecido diante de Deus.

7 E até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos.

8 E digo-vos que todo aquele que me confessar diante dos homens também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de Deus.

9 Mas quem me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus.

10 E a todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem ser-lhe-á perdoada, mas ao que blasfemar contra o Espírito Santo não lhe será perdoado.

11 E, quando vos conduzirem às sinagogas, aos magistrados e potestades, não estejais solícitos de como ou do que haveis de responder, nem do que haveis de dizer.

12 Porque na mesma hora vos ensinará o Espírito Santo o que vos convenha falar.

13 E disse-lhe um da multidão: Mestre, dize a meu irmão que reparta comigo a herança.

14 Mas ele lhe disse: Homem, quem me pôs a mim por juiz ou repartidor entre vós?

15 E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui.

16 E propôs-lhe uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância;

17 E arrazoava ele entre si, dizendo: Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos.

18 E disse: Farei isto: Derrubarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens;

19 E direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga.

20 Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?

21 Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.

22 E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis.

23 Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes.

24 Considerai os corvos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves?

25 E qual de vós, sendo solícito, pode acrescentar um côvado à sua estatura?

26 Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?

27 Considerai os lírios, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles.

28 E, se Deus assim veste a erva que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?

29 Não pergunteis, pois, que haveis de comer, ou que haveis de beber, e não andeis inquietos.

30 Porque as nações do mundo buscam todas essas coisas; mas vosso Pai sabe que precisais delas.

31 Buscai antes o reino de Deus, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

32 Não temais, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino.

33 Vendei o que tendes, e dai esmolas. Fazei para vós bolsas que não se envelheçam; tesouro nos céus que nunca acabe, aonde não chega ladrão e a traça não rói.

34 Porque, onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração.

35 Estejam cingidos os vossos lombos, e acesas as vossas candeias.

36 E sede vós semelhantes aos homens que esperam o seu senhor, quando houver de voltar das bodas, para que, quando vier, e bater, logo possam abrir-lhe.

37 Bem-aventurados aqueles servos, os quais, quando o Senhor vier, achar vigiando! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará assentar à mesa e, chegando-se, os servirá.

38 E, se vier na segunda vigília, e se vier na terceira vigília, e os achar assim, bem-aventurados são os tais servos.

39 Sabei, porém, isto: que, se o pai de família soubesse a que hora havia de vir o ladrão, vigiaria, e não deixaria minar a sua casa.

40 Portanto, estai vós também apercebidos; porque virá o Filho do homem à hora que não imaginais.

41 E disse-lhe Pedro: Senhor, dizes essa parábola a nós, ou também a todos?

42 E disse o Senhor: Qual é, pois, o mordomo fiel e prudente, a quem o senhor pôs sobre os seus servos, para lhes dar a tempo a ração?

43 Bem-aventurado aquele servo a quem o seu senhor, quando vier, achar fazendo assim.

44 Em verdade vos digo que sobre todos os seus bens o porá.

45 Mas, se aquele servo disser em seu coração: O meu senhor tarda em vir; e começar a espancar os criados e criadas, e a comer, e a beber, e a embriagar-se,

46 Virá o senhor daquele servo no dia em que o não espera, e numa hora que ele não sabe, e separá-lo-á, e lhe dará a sua parte com os infiéis.

47 E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites;

48 Mas o que a não soube, e fez coisas dignas de açoites, com poucos açoites será castigado. E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou, muito mais se lhe pedirá.

49 Vim lançar fogo na terra; e que mais quero, se já está aceso?

50 Importa, porém, que seja batizado com um certo batismo; e como me angustio até que venha a cumprir-se!

51 Cuidais vós que vim trazer paz à terra? Não, vos digo, mas antes dissensão;

52 Porque daqui em diante estarão cinco divididos numa casa: três contra dois, e dois contra três.

53 O pai estará dividido contra o filho, e o filho contra o pai; a mãe contra a filha, e a filha contra a mãe; a sogra contra sua nora, e a nora contra sua sogra.

54 E dizia também à multidão: Quando vedes a nuvem que vem do ocidente, logo dizeis: Lá vem chuva, e assim sucede.

55 E, quando assopra o sul, dizeis: Haverá calma; e assim sucede.

56 Hipócritas, sabeis discernir a face da terra e do céu; como não sabeis então discernir este tempo?

57 E por que não julgais também por vós mesmos o que é justo?

58 Quando, pois, vais com o teu adversário ao magistrado, procura livrar-te dele no caminho; para que não suceda que te conduza ao juiz, e o juiz te entregue ao meirinho, e o meirinho te encerre na prisão.

59 Digo-te que não sairás dali enquanto não pagares o derradeiro ceitil.