abadiaemfoco

quinta-feira, 31 de maio de 2012

31 de Maio: Dia do Combate ao Tabagismo



Compartilhar


Inúmeros dados científicos, que comprovam diversos malefícios do tabaco sobre o organismo humano e o meio ambiente, levaram a Organização Mundial da Saúde a atuar no controle do tabagismo.

  
Uma das medidas desta organização foi estabelecer, em 1987, o "DIA MUNDIAL SEM TABACO", idealizado para 31 de maio, que é comemorado anualmente em todos os continentes, enfocando temas escolhidos previamente, gerando slogan definidos.

As comemorações do dia Mundial Sem Tabaco, visam chamar a atenção, informar, conscientizar governos e toda a comunidade sobre os danos que o Tabaco causa, não só a seu usuário, o fumante, como para todos os que convivem em ambientes poluídos pela fumaça do tabaco. 


 Visa ainda reforçar os programas de educação continuada para o controle do tabagismo que estão sendo desenvolvidos em diferentes segmentos da sociedade, levando tanto o governo, como a toda comunidade, a adotarem medidas apropriadas de controle desse terrível problema de saúde pública que representa o tabagismo.


Glamourizado no passado pelas charmosas baforadas de estrelas de cinema, o cigarro já foi desmascarado há tempos e denunciado como vilão da saúde, causador de doenças graves como câncer e enfisema pulmonar.



Não se trata de exagero: cigarro mata mesmo. No Brasil, estima-se que o cigarro mate 80 mil pessoas por ano, alerta o PrevFumo, projeto da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina), que oferece tratamento para largar o vício.

Para animar os futuros ex-fumantes, é bom saber que há muitos benefícios a curtíssimo prazo quando se larga o vício de fumar. A seguir, uma lista com 10 boas notícias para a sua saúde, depois que se apaga o último cigarro.

1 - Em 20 minutos a pressão arterial e os batimentos cardíacos retornam ao normal

2 - Em 8 horas os níveis de monóxido de carbono retornam ao normal

3 - Em 1 dia há redução do risco de ataque cardíaco

4 - Em 3 dias há relaxamento dos brônquios e aumento da capacidade respiratória

5 - De 2 a 12 semana melhora a circulação

6 - Entre poucos dias e algumas semanas (dependendo do quanto e por quanto tempo a pessoa fumava) o paladar e o olfato se recuperam completamente

7 - De 1 a 9 meses há redução de tosse, infecções e ocorre melhora da capacidade respiratória

8 - Em 1 ano o risco de doença coronária cai pela metade

9 - De 10 a 15 anos o risco de doença coronariana se iguala ao de uma pessoa que nunca fumou

10 - De 15 a 20 anos o risco de câncer se aproxima do risco de uma pessoa que nunca fumou



Por isso o abadiaemfoco acampa esta ideia e torce para todos os fumantes largarem este vício. Apesar de difícil é possível.

"Juntos num só ritmo"


Para os amantes do bom futebol e para aqueles patriotas que teimam em amar a seleção brasileira.

A Fifa confirmou nesta terça-feira a frase "Juntos num só ritmo" (All in one Rhythm, em inglês) como slogan da Copa do Mundo de 2014. O anúncio foi feito em um encontro entre o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, além de Ronaldo e Bebeto, membros do Conselho de Administração do Comitê Organizador Local da Copa (COL).

“O slogan oficial é o resultado de um esforço conjunto entre o Brasil e o mundo do futebol para encontrar uma mensagem unificadora que represente o toque único que o país oferecerá à Copa”, comentou Valcke, que está no Brasil para, nesta quarta-feira, anunciar a tabela da Copa das Confederações-2013.

A expressão "Juntos num só ritmo" já havia sido registrada no Instituto de Propriedade Intelectual da Suíça, país-sede da Fifa.

Seis agências brasileiras pré-selecionadas fizeram 26 propostas de slogan — sempre em uma versão local e outra, internacional. Mas a vencedora foi a Aktuell.

O abadiaemfoco gostou do slogan pois junta nossa vocação para música e dança com o ideal de união entre os povos. Bola dentro de Ronaldo Fenômeno, Fifa e cia.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Na fazenda do Geriowaldo...


Geriowaldo é um fazendeiro das bandas da Bitira e tem uma criação de galinhas. Acontece que, por causa do frio o galo reprodutor morreu e Gê não podia ficar sem um galo reprodutor. Resolveu ir ao pet shop pra comprar um galo, chegando lá falou para o vendedor.
- Me Venda um galo bom, que é para dar conta de 400 galinhas da minha criação!

- Tenho um galo ótimo! De raça, gavião com caipira, o nome dele é Tonhão!
- Eu levo!
Pagou R$ 50,00 no galo. Chegando lá soltou o galo lá.. O galo pegou 5 galinhas e morreu! Então Geriowaldo resolveu voltar ao pet shop e falou.
- Aquele galo que você me vendeu é fraco de mais, pegou 5 galinhas e morreu!
- Ele era um dos melhores, mas tenho outro aqui, de raça também e bom de galinha! O nome dele é Jordão!
- Ta bom , vou levar!
Gê Soltou o galo dentro do galinheiro, o galo pegou 3 galinhas e morreu. João disse:
- Será Possível??
Então voltou ao pet shop e falou pro vendedor.
- Que porra de galo é esse que pega 3 galinhas e morre?
- Amigo, era o ultimo, suas galinhas são fogo na pena?
- Seus galos é que é ruim, não tem mais nenhum que eu possa levar?
- Tem um ultimo.. Mas acho que ele não vai dar nem para o começo, o nome dele é Severino, um galo da índia, pequeno e magro!
Gê  sem outra alternativa falou:
- Traga este bicho pra cá!
Levando o Severino.. Todo desconsolado, soltou-o dentro do galinheiro, quando o galo viu as galinhas saiu pegado tudo, pegou os pato, ganso, o que tinha de pena o Severino tava traçando!
Geriowaldo muito orgulhoso com o galo falou:
- Eita, galo bom, da conta sô!
Após 3 dias, Gê andando dentro da fazendo vê Severino, longe, deitado e vários urubus sobrevoando o pobre galo. Então em desespero Geriowaldo corre e fala:
- Severino! O melhor galo que eu tive morreu, não pode ser!
Quando ele chega bem próximo do galo fala:
- Severino! Severino!
Severino quietinho fala para Gê:
- Cale a boca que os urubus tão quase descendo!!!


terça-feira, 29 de maio de 2012

MOEDA FALSA - MARTINHO CAMPOS:

Por volta de 21:45 do último sábado,após denuncia anônima de que dois indivíduos utilizando o veiculo FIAT/ PALIO estariam fazendo trafico de droga na área central da cidade, a PM iniciou o rastreamento e abordou o referido veículo na Praça GOVERNADOR VALADARES, e durante a busca pessoal nos ocupantes foi encontrado varias cédulas falsas no interior da carteira do autor R.R.S., 20 anos, e outras cédulas foram encontradas dentro do tênis do autor N.C.S.J., 21 anos, totalizando a quantia de R$1630,00 (um mil seiscentos e trinta reais). Diante dos fatos os dois autores assumiram serem os donos das notas e relataram que J.R.S., que também estava em companhia deles não sabia da existência das referidas notas, sendo os dois autores presos em flagrante. Segundo o autor R.R., foi ele quem produziu as cédulas e franqueou a entrada da PM em sua residência, onde foram localizadas e apreendidas varias folhas de papel que provavelmente eram usadas para produzir as notas de R$50,00, uma impressora e um gabinete. Foi feito contato com a Policia Federal em BELO HORIZONTE, que orientou que os infratores fossem conduzidos para a delegacia de policia civil de BOM DESPACHO juntamente com o material apreendido onde foram autuados.
(texto da net)

Campeonato municipal de futebol onde e quando?

Muito se diz, pouco se faz em relação à esportividade, no que tange ao futebol, em nossa querida e amada Martinho Campos. Já faz tempo que não temos campeonato municipal, apesar de possuirmos uma Liga de Futebol, o que motiva as reclamações das equipes de nossa cidade.
São José do Alberto Isaacson, Kosmos e Ibitirense de Ibitira, Guarani de Buriti Grande, além dos três grandes da Badia: Abadia, União e Ipiranga rogam para que alguém responsável por esta área se manifeste e traga de volta o animado campeonato municipal.
Dias desses passei pelo clube do Abadia e vi um treinamento do time. Gostei do entusiasmo, porém os jogadores reclamaram da falta de campeonatos para que continuem em busca do sucesso.
Alguns poucos ainda lutam para que os times sobrevivam, mas se a prefeitura nada fizer certamente muitas portas se fecharão no maior esporte do Brasil , aqui em nossa bela e persistente cidade.
Na hora de votar vamos analisar os candidatos, principalmente aqueles que se preocupam com o esporte, consequentemente se preocupando com o futuro de nossas crianças e adolescentes.



domingo, 27 de maio de 2012

Bobagens de domingo

Para quem acha que domingo não é dia de bobagem, vai aí uma imagem de domingo.


Galo ganha de novo

Eita nois heim?!!!!

Ganhamos do Curintians. É o Galo doido na fita. Tamo bem neste campeonato brasileiro. Também, tanto tempo sem ganhar nada né, só do Cruzeiro que a gente ganha memo!
Bom, pra falar a verdade foi um vitória apertada e mostrou que o time do Atlético precisa de mais atenção em todos os setores. Jogadores parece que temos, mas precisamos de uma tática melhor, porque foi por pouco que não cedemos o empate para o timão.
Mas futebol é isso. E o campeonato brasileiro é muito competitivo. Que continuemos assim. Bola pra frente. Parabéns ao Júnior César pela belíssima apresentação em seu primeiro jogo. E principalmente ao Danilinho pelo gol de "Costas".

Um tiquinho de bobagem política


Frases “políticas”
É linda a festa da democracia, são milhões de brasileiros unidos num único pensamento: "Quando essa porra de horário político vai acabar?"
"Errar é humano. Culpar outra pessoa é política."
"Político honesto é igual unicórnio, eu nunca vi, mas deve existir."
"Noventa por cento dos políticos dão aos 10% restantes uma péssima reputação."
No dia que quiserem acabar com a violência, basta colocá-la nas mãos dos políticos.
No Brasil, as promessas dos políticos não foram feitas para serem cumpridas... mas compridas!
Tem político que é tão supersticioso que usa quatro ferraduras para dar sorte.

Em breve teremos novas eleições municipais. E você deverá escolher o seu candidato de acordo com seus princípios (se fosse assim, nosso povo não tem principio nenhum). Enfim, você deverá escolher alguém em quem votar. E geralmente a gente escolhe os candidatos que se sairão melhor durante toda a campanha seja no comício, no rádio ou no corpo a corpo. Então vamos a algumas das mais engraçadas e inéditas estratégias para laçar seu voto.
Como não podemos citar aqui nomes verdadeiros (por não sabermos ainda quem é candidato e por questões éticas) vamos utilizar o sobrenome Silva.


Para quem acha que o governo ta ruim, vote no Silva do Capim!
Com minha fé e suas fezes venceremos esta eleição. Silva do Logradouro.
Um dia lá outro dia aqui, será sempre assim. Vote Silva do Buriti.
Não tem candidato? vote no Silva do Sindicato.
Da Horta ao Buritizinho, Alberto Isaacson precisa do seu carinho. Vote Silva do Nozinho.
Índio quer apito, Silva Caxixó quer seu voto.
Chega de peleja! Para vereador: Silva da Igreja.
O povo quer mais emprego. Vote no Silva do Sossego.
Silva na Prefeitura e o povo na fartura!
Para vencer esta eleição, vote Silva do Picão.
Nem situação nem oposição, eu voto é no Silva do Salão.
O candidato preferido é aquele que é amigo. Em outubro vote Silva do asilo.
Martinho Campos, cidade de fé. Para vereador Silva do Bambé.
Para acabar com a baixaria, vote Silva da Ibitira.
Pelo progresso da Badia, vote no Silvo da olaria.
Pra você que tem opinião, vote no Silva do União.
Voto verdadeiro é voto no Silva leiteiro.
.......
Depois tem mais.......

Catira


A magia da dança catira

por Marco Túlio

(Texto publicado há alguns anos no Jornal de Negócios de Bom Despacho/MG)

A catira tem uma origem muito discutida. Alguns dizem que ela veio da África junto com os negros, outros acham que é de origem espanhola, enquanto estudiosos afirmam que ela é uma mistura com origens africana, espanhola e também portuguesa – já que a viola se originou em Portugal, de onde nos foi trazida pelos jesuítas.
A dança catira, para quem não sabe, surgiu em Bom Despacho há muitos anos, na comunidade da Extrema, e se chama os extremeiros. Eles foram o grupo que mais influenciaram a dança na região. Mas com o passar do tempo o grupo foi se distanciando, seus integrantes foram se mudando para outras cidades até parar de se reunir e de se apresentar.
Com a mudança do pessoal e a não preocupação de passar essa cultura para os descendentes, a Catira deixou de existir em regiões como Vargem Grande, Lagoa Verde, Picão e na própria Extrema. Contudo, os extremeiros continuam se apresentando em Bom Despacho, ainda que com pouca freqüência.
Em nossa região, um dos grupos mais atuantes  é o “Pedro Pedrinho”, que se originou no município de Martinho Campos, no povoado de Monjolos, e tem como integrantes vários catireiros bom-despachenses, entre eles o comandante do grupo, o médico José Maria Campos, que atualmente reside em Bom Despacho.
A origem desse grupo é muito interessante, pois ele é formado só com membros da família. O nome veio do pai do Dr. José Maria, que se chamava Pedro Fernandes Filho, conhecido como Pedro Pedrinho, nascido e criado na beira do São Francisco, na comunidade dos Monjolos. “Ali existia um grupo de catira, formado por ele e seus irmãos e alguns outros parentes, e o pessoal que trabalhava na fazenda de seu pai, que também era violeiro e dançador. Ele teve a preocupação de passar para os filhos a dança da catira, conservando a tradição na família Fernandes Campos”. Com uma família muito grande, de 14 filhos, Pedro Pedrinho conseguiu conservar e ensinar a arte de sapatear para seus filhos, cultivando essa dança folclórica que, a meu ver, vai durar muito tempo. Eles aprenderam também a tocar viola, formando assim o grupo de catira Pedro Pedrinho – que constitui hoje a 4ª geração de catira na família Fernandes Campos. Atualmente são 26 catireiros entre irmãos e sobrinhos. Todos estão agora aprendendo a tocar viola, pois o sapatear e o bater palmas todos já sabem.
Com isso se espera que o grupo não se acabe como aconteceu com outros, que não foram passando para frente as suas raízes.
Para o ano que vem, o grupo espera se apresentar no programa “Viola minha Viola”, da Inezita Barroso, que é um programa de raízes e que se preocupa muito com o folclore brasileiro, levando assim mais uma vez o nome de nossa cidade para o cenário nacional.
Descontração
A dança catira não se limita apenas em bater palma e sapatear, constituindo-se num estilo de vida de quem está dançando. Naquele momento o dançador se esquece de coisas ruins, trazendo assim muita alegria e descontração, além da dança servir também como identidade familiar para os integrantes do grupo.

Catira é folclore, é cultura. Vamos cultivar essa raiz em nossa cidade para que ela seja sempre lembrada por todos como uma dança alegre e bonita.



sábado, 26 de maio de 2012

Denúncia

Cidadão e vereador irritado com procedimento da prefeitura de Bom Despacho quanto aos festejos do Centenário da cidade. Veja, na íntegra, a denúncia do Fernando Cabral:

Show do centenário empobrece Bom Despacho, mas enriquece a uns poucos
             Veja abaixo como alguns espertalhões, sob os nossos olhos, vão tomar R$ 400 mil da prefeitura e colocar nos seus próprios bolsos. Esse é o maior golpe já aplicado na cidade sob as barbas dos vereadores, do Ministério Público, da Justiça e de todo o povo. 
            Alguém será punido por mais esse crime? Não, ninguém. Ou talvez eu, por mostrar a bandalheira.
            Esses ladrões SAFADOS estão tão sem-vergonha que agora estão indo à justiça processar suas próprias vítimas! Então, não duvido que esta CORJA que rouba a prefeitura vá à justiça pedir que ela me mande calar. 
          Até quando os bom-despachenses vão tolerar calados esse assalto continuado ao nosso patrimônio?
           Veja na matéria abaixo como os ladrões estão fazendo. É uma vergonha! (*)
  

            A prefeitura gastará cerca de R$ 400 mil para promover os três shows de comemoração do aniversário da cidade. Não é pouco dinheiro. Com ele seria possível acabar com as filas de exames e de cirurgias, nas quais há mais de 300 cidadãos esperando. Também seria possível fazer o acerto com os contratados demitidos.
            Seja como for, o prefeito escolheu assim. Por incrível que pareça, isso não é crime. Mas outras coisas que ele fez, ou deixou fazer, são.


Portões fechados
            A prefeitura havia anunciado uma grande festa gratuita para o bom-despachense. Na prática, ela está trocando um ingresso por um quilo de alimento. Portanto, não é de graça. Além disso, será apenas para uns poucos. A lotação máxima permitida pelo Corpo de Bombeiros é de 6.000 pessoas por noite.
            Como os artistas são pagos com dinheiro da prefeitura, e como o Parque de Exposições foi alugado, os ingressos não deveriam custar nada.
            O pior, porém, é que ninguém sabe onde estão os ingressos do show principal (Zezé di Camargo & Luciano). Só uns poucos conseguiram obtê-los mediante troca por alimentos. A maior parte sumiu e agora está reaparecendo nas mãos de cambistas.
Para o povo que quer ir ao show as más notícias não acabam por aí. Na verdade, não haverá 6.000 lugares. É que cerca de 1.000 deles serão vendidos como camarote. O preço varia de trinta e oitenta reais.
Esses camarotes estão sendo colocados em postos de venda em Nova Serrana, Martinho Campos e outras cidades. Sem falar que podem também ser comprados pela Internet. Isso significa que não estão à disposição dos bom-despachenses.
O show grátis que é uma mina de dinheiro
            Como o show é pago pela prefeitura, ele deveria ser inteiramente grátis. Por isso ele deveria ser feito na Praça da Estação ou em outro lugar aberto. Dessa forma, qualquer cidadão interessado poderia chegar e sair quando quisesse. Sem portão, sem ingresso, sem perigo de morte em caso de tumulto.

            Invés disso, a prefeitura preferiu fazer num lugar fechado que só tem autorização para receber 6000 pessoas. Essa foi uma forma de permitir que alguns ganhassem muito dinheiro sem nem mesmo passar por uma licitação.

O esquema
            O aluguel do parque de exposições custa R$ 5 mil por noite. Em vez de alugá-lo, a prefeitura fez uma permuta. Ela não paga aluguel e o sindicato rural (dono do parque), fica com o direito de explorar a venda de bebidas.
            Esse direito o Sindicato vendeu por R$ 40 mil. Nisso a prefeitura já perdeu R$ 25 mil, pois se ela tivesse alugado, e não permutado, ela embolsaria a diferença. O parque não só ficaria de graça como ela teria R$ 25 mil para ajudar a pagar o show.
            Mas, a maracutaia é bem maior.
            Junto com a venda de bebidas veio a venda do camarote. Os ingressos para o camarote estão sendo vendidos por setenta ou oitenta reais para a sexta e o sábado, e trinta reais para o domingo. Isso gerará uma renda esperada de R$ 180 mil.
            Nos dois primeiros dias o camarote inclui a bebida, mas no terceiro, não. Além disso, os cinco mil frequentadores “comuns” terão que bancar suas bebidas. Se cada um desses gastar R$ 20 por noite, serão mais R$ 330 mil. Portanto, entre camarote e bebida, os espertos felizardos faturarão R$ 510 mil. Abatendo os R$ 40 mil que pagarão ao sindicato, restam R$ 470.000,00. Tira-se daí o custo das bebidas e dos ajudantes e fica o lucro.
            Em resumo: a prefeitura decidiu não fazer os shows em praça pública com o único objetivo de permitir que meia dúzia tivesse um lucro fácil, bancado com dinheiro público.
            A situação seria bem diferente se a prefeitura tivesse feito o show na Praça da Estação (ou em outro lugar) e leiloado (licitado) o direito de fazer camarotes e colocar barracas de bebidas. Os empreendedores ainda ganharam seu dinheiro honesto, mas a prefeitura recuperaria todo o investimento feito no show. Ou pelo menos a maior parte dele.
            Fazer show caro pode ser burrice e desrespeito com a população que paga impostos e não tem serviços públicos de qualidade. Entretanto, não é crime. Agora, enriquecer-se às custas do erário e permitir que outros se enriqueçam, isso sim, é crime.
            É isso que está acontecendo com esse show: um crime sob o olhar pasmo e incrédulo de todos que observam e pensam.

(*) Não conheço nenhum indício de que os artistas ou seus agentes tenham qualquer participação ou mesmo saibam da existência desse golpe. Até porque, para que a fraude funcione melhor, é mais indicado que eles não saibam. Isso representa menos riscos para os golpistas

Momento piada

Algumas imagens para você começar, sorrindo, o final de semana:




Banheiro público tem isso sim senhor!
Palhaçada heim!?

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Reflexão da Sexta-Feira -A IMPORTÂNCIA DO PERDÃO



O pequeno Zeca entra em casa, após a aula, batendo forte os seus pés no
assoalho da casa. Seu pai, que estava indo para o quintal fazer alguns
serviços na horta, ao ver aquilo chama o menino para uma conversa.

Zeca, de oito anos de idade, o acompanha desconfiado. Antes que seu pai
dissesse alguma coisa, fala irritado:

- Pai estou com muita raiva. O Juca não deveria ter feito isso comigo. Desejo
tudo de ruim para ele.

Seu pai, um homem simples mas cheio de sabedoria, escuta, calmamente, o filho que continua a reclamar:

- O Juca me humilhou na frente dos meus amigos. Não aceito. Gostaria que ele ficasse doente sem poder ir à escola.

O pai escuta tudo calado enquanto caminha até um abrigo onde guardava um saco cheio de carvão. Levou o saco até o fundo do quintal e o menino o acompanhou, calado.

Zeca vê o saco ser aberto e antes mesmo que ele pudesse fazer uma
pergunta, o pai lhe propõe algo:

- Filho, faz de conta que aquela camisa branquinha que está secando no
varal é o seu amiguinho Juca e cada pedaço de carvão é um mau pensamento seu, endereçado a ele. Quero que você jogue todo o carvão do saco na camisa, até o último pedaço. Depois eu volto para ver como ficou.

O menino achou que seria uma brincadeira divertida e pôs mãos à obra. O
varal com a camisa estava longe do menino e poucos pedaços acertavam o
alvo.

Uma hora se passou e o menino terminou a tarefa. O pai que espiava tudo de longe, se aproxima do menino e lhe pergunta:

- Filho como está se sentindo agora?

- Estou cansado mas estou alegre porque acertei muitos pedaços de carvão na camisa.

O pai olha para o menino, que fica sem entender a razão daquela
brincadeira, e carinhoso lhe fala:

- Venha comigo até o meu quarto, quero lhe mostrar uma coisa.
O filho acompanha o pai até o quarto e é colocado na frente de um grande
espelho onde pode ver seu corpo todo. Que susto! Só se conseguia enxergar seus dentes e os olhinhos.

O pai, então, lhe diz ternamente:
- Filho, você viu que a camisa quase não se sujou; mas, olhe só para você.
O mal que desejamos aos outros é como o que lhe aconteceu. Por mais que possamos atrapalhar a vida de alguém com nossos pensamentos, a borra, os resíduos, a fuligem ficam sempre em nós mesmos...

Moral da história
Cuidado com seus pensamentos; eles se transformam em palavras.
Cuidado com suas palavras; elas se transformam em ações.
Cuidados com suas ações; elas se transformam em hábitos.
Cuidado com seus hábitos; eles moldam o seu caráter.
Cuidado com seu caráter; ele controla o seu destino


quinta-feira, 24 de maio de 2012

Tip Top de novo

É galerinha do abadiaemoco o Tip Top foi o nosso point antigamente. Todo jovem ia lá! Tinha muita coisa boa. Um a delas era o o correio sentimental. É! O Liga sabia  colocar umas músicas boas lá para a moçada namorar bastante.
Tinha também algumas músicas dançantes da hora. Coisa que hoje não se ouve em qualquer lugar. Também com o Tchu e o Tcha, Ai se eu te pego , dominando tudo né?! Mas vale a pena ouvir de novo.
Vai aqui uma daquelas músicas legais do Liga;

Cachorrada



 O cão é um mamífero da família dos canídeos, assim como o lobo, um dos mais temidos animais do mundo, tendo apenas 1% de diferença entre o DNA do lobo e do cão. Porém, o relacionamento do homem com estes dois seres vivos é muito diferente: os lobos estão ameaçados de extinção pelo abate ilegal e diminuição do seu habitat, já os cães aumentam sua população acompanhando a população do homem.
Mas quantos cachorros tem na Badia? Cem, mil, um milhão? Parece-me que é uma infinidade. Bom para o Pet Shop que, com essa demanda, ganha um dinheiro a mais.
O melhor amigo do homem tem muitos representantes aqui na Badia. Temos  Pitt Bull, Americano, Dálmata, Pequinês, Boxer, Poodle, etc, mas a maioria é de vira-latas.
Alguns causam transtornos pois dormem em qualquer lugar, outros tumultuam as ruas, causando incidentes. Muitos têm donos e são mimados, outros porém são órfãos e vivem vagando pela grande Badia.
De várias praças, de vários nomes: Totó, Tupi, Leão, Lobo, Tiu, Titiu, Bexiga....etc.
Há cachorros para ninguém botar defeitos. Mas, persiste a indagação: quantos cachorros existem no mundo? E na Badia?

Causo do cachorro

O Geriowaldo deu um cachorrinho de presente para o Waldim, no dia de seu aniversário. O animal era pequenininho que dava dó. Mas era bonitinho.
Waldim pôs o nome Tico no cão. Justamente por ele paracer um Ticozinho. O tico cresceu e dava muitas alegrias à família do Waldim.
Porém ocorreu que o tico começou a adoecer depois de comer uma abóbora perdida. É! o animalzinho ficava solto de tudo só podia dar nisso né?
Chamaram o pessoal aqui da Casa do Fazendeiro e foi constatado que o cãozinho estava ficando louco, tinha raiva e tava todo doidão.
O veterinário aplicou um remédio brabo e disse ao Geriowaldo. “Olha, deixa o cão amarrado esta noite, sem comida. Se amanhã ele ainda estiver vivo vai agüentar por mais uns três anos. Porém pode ser que o remédio não valha e ele morra ainda esta noite.”
Assim feito, Geriowaldo pediu ao Waldim que amarrasse o Tico num pequeno pé de mamão que estava crescendo próximo ao curral do sítio.
Caiu a noite e o cãozinho, com fome, começou a morder o pé de mamão até não agüentar mais e passar desta pra melhor.
Foi uma tristeza só lá na casa do Waldim. Fizeram enterro para o Tico (enterraram do lado do pé de mamão), celebraram um culto e encomendaram a alma do Tico para o céu dos cachorros.
Um fato, porém, veio mudar o dia-a-dia da família do Geriowaldo. Passados dois anos da morte do Tico, o pé de mamão  já grande, floresceu e começou a dar frutos. Entretanto, além de dar mamão a árvore deu uva, mexerica, Araticum, Banana e abacate.
Isso mesmo pessoal. O pé de mamão também tinha ficado doido!

Reforço no Galo

Enquanto "escravos de Jó jogavam Caxangá" o atacante Jô firmava um contrato de três anos com o Atlético Mineiro. Isolado no Inter por indisciplina, o jovem centroavante vem para a cidade do Galo para reforçar o Glorioso neste campeonato brasileiro.
Um bom jogador, todavia tem um pequeno defeito (comum a muitos jogadores mais jovens): gosta de uma balada, gosta de um "golinho".
Aqui no Galo ele terá tudo para dar certo: bom centro de treinamento, bons companheiros euma das mais apaixonadas torcidas do mundo. Sem falar nas lindas mineirinhas e nas melhores cachaças do Brasil, entre elas a  Farrista,  a Ligurita e a Cristalina do Picão.
Que Jô tenha tanto sucesso no Galo quanto Jó teve paciência e fé. Assim poderemos almejar um bom ano para o futebol do Galo.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Capitão Badia



Guerra contra a dengue. Martinho Campos tem rede de esgoto, mas o esgoto não é tratado e vai parar nas águas do Rio Picão e do Córrego do Bambé. Estive Roça é um jovem que aceitou ser voluntário em uma série de experiências que visam criar um supersoldado abadiense para combater o mosquito da dengue e corrigir o problema do esgoto. O pessoal lá do Capão do Zezinho consegue transformá-lo em uma arma humana, utilizando uma raquete de choque, mas logo percebem que o supersoldado é valioso demais para pôr em risco na luta contra os problemas do meio ambiente. Desta forma, Estive é usado como uma celebridade da prefeitura, marcando presença em paradas realizadas pelo Município no intuito de levantar a estima dos moradores insatisfeitos. Para tanto passa a usar uma vestimenta com uma das cores da bandeira de Martinho Campos: verde com o escudo do Abadia Futebol Clube. Só que um plano da oposição faz com que Roça entre em ação e assuma a alcunha de Capitão Badia, usando seus dons para limpar o córrego do Bambé, o Rio Picão e ainda visitar as casas para livrar-nos do mosquitinho do mal.
Em sua trajetória ele encontra o Caveira Vermelha, chefe da empresa que tem o dever de cuidar do esgoto, mas que, ao invés de resolver o problema passa é a cobrar pela taxa de esgoto (45% do valor da água consumida). Trava-se então uma luta entre o bem e o mal que perdura até hoje.
Capitão Badia vai esperar as eleições 2012 para se juntar (quando eleitos) aos outros vingadores ( Ruco, Homem Ferrão, Tip Thor, Viúva Mijulim e Gavião Caloteiro) para então dar o combate final contra o mosquitinho da dengue e o esgoto mal acabado.


Coisas da terra Tupiniquim

Mais um capítulo da saga "Carlinhos Cachoeira do Brasil". O dito cujo vai até a Câmara dos Deputados em Brasília para depor (e consequentemente entregar muitos nomes da política brasileira envolvidos em corrupção) e simplesmente diz que tem o direito de permanecer calado e que somente vai depor na CPI após falar perante um Juiz. Cara de pau, o homem manda e desmanda em Brasília. Ele é , além de rico, muito poderoso.  Acredito até que ele, quando abrir a boca, vai transformar a história do Brasil. Quantos e quantos estão com o "rabo preso" com ele?!
Para mais sensacionalismo no caso ele contratou o ex-ministro da Justiça de Lula (Márcio Thomáz Bastos) , a preço de ouro, para defendê-lo. Um caso que vai dar pano pra manga por um bom tempo.
A política brasileira perde ainda mais a credibilidade, todavia com o desenrolar da peça poderemos ter uma reconstrução no país como foi o evento das Diretas Já.
Conforme já falei em outras ocasiões aqui no abadiaemfoco, devemos tirar lições destas notícias, analisarmos cuidadosamente os candidatos a prefeito, vice e vereadores , para começarmos a modificar essa ladainha que é a corrupção no Brasil.
Muito se fala, aqui na grande Martinho Campos, que um ou outro candidato tem o apoio de fulano ou sicrano que tem muito dinheiro.Isso pode não ser uma vantagem. pois tudo que vai, volta. Devemos sempre desconfiar de certos fatos. Pois o que é bom nunca vem à nossa porta de graça.
"Guenta" firme Brasil um dia seremos realmente uma potência.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Dia de fé na Ibitira

Carismático, o Padre Amazino faz suas pregações todo mês no distrito de Ibitira. O local das pregações é uma construção chamada de Confraria, que fica na margem esquerda da BR352, na chegada do distrito acima mencionado.
Muitos fiéis destas celebrações vêm de longe, enquanto outros tantos são daqui mesmo da Badia e região.
O evento mensal de fé reúne também comerciantes que invadem a área externa da Confraria e fazem uma verdadeira feira ao ar livre.
O comércio do distrito também se motiva no dia da pregação do Padre Amazino.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Faixa de Pedestre


Muito cobrada pelo abadiaemfoco, a sinalização em Martinho Campos começou a dar sinais de vida. Recentemente foram pintadas, em algumas vias da cidade, faixas para pedestres.

No mundo inteiro a faixa de pedestre tem um significado: garantir a segurança e proteção para quem atravessa a rua. É lei. Por isso avançar e parar sobre a faixa de pedestre é infração grave.
Quando você para e presta atenção na importância que a faixa tem, você começa a entender que obedecer a sinalização significa respeitar a vida, inclusive, a sua!
Porém vale ressaltar que a sinalização tem que ser feita por completo: horizontal (faixas) e vertical (placas). Precisamos disciplinar nosso tráfego enquanto ainda tem tempo. Precisamos tratar nosso município pelo que ele é, ou seja, nossa casa.
O primeiro passo foi dado, vamos esperar pelo resto da caminhada.

domingo, 20 de maio de 2012

Sem nada pra falar...

Final de semana chato, sem nada pra fazer. Por isso que não foi nada postado  ontem aqui no abadiaemfoco. Mas Martinho Campos é assim mesmo. Tem época que mais parece cidade do velho oeste americano. Nesse tempo de frio você vê folhas e pequenos galhos viajando pelas ruas quase desertas (no fim de semana) aqui da capital abadiense.
Agora com a tal de Sky se popularizando e a net funcionando, todos ficam no quentinho de seus lares. Apenas os mais afoitos ousam sair às ruas para, quiçá, tomar uma caipirinha ou assistir jogo no bar (que dá mais emoção), afinal somos todos filhos de Deus, exceto o diabo.
Também tem o esporte preferido de muitos: a fofoca! A Maldita fofoca que está presente do Oiapoque ao Chuí, da Ponte Correio até o Buriti, haja assunto, principalmente em época de eleição.
Hoje mesmo fui informado que poderemos ter quatro candidatos a prefeito da pequena e pacata Martinho Campos. Um absurdo. Ou o trem é bão demais ou as pessoas estão achando que é campeonato de truco. Ou seja, sentam-se os quatro candidatos na mesa para disputarem um truco, acompanhado de torcida e muito tira-gosto com bebidas para os maiores e pirulito para as crianças. Os jovens tomando refri ou suco light. A dupla que vencer será o prefeito e o vice, né? Evita-se uma eleição (evitam-se os gastos) e todos saem satisfeitos. 
__ Truco....
__ Seis.....
__ Aqui não lampião
__ Zape e espadilha

E mais quatro anos de Badia.

Piadinha do Geriowaldo


O Geriowaldo foi até o gabinete do prefeito da Badia, mas foi barrado pelo seu secretário.
— Seu Geriowaldo, acho que o prefeito não vai poder atendê-lo, está com um pessoal que veio de Brasília...
— Ora, deixe de bobagem! Vai lá e fala pra ele que eu vim de Vectra!



sexta-feira, 18 de maio de 2012

Lagoa do Junco - saudades



Condição básica para a existência da vida, a água é um dos tesouros mais importantes da humanidade. Basta notar que o nosso corpo humano é composto de mais de dois terços de água. Para mantermos a saúde, precisamos bebê-la várias vezes ao dia. Faz parte de nossa rotina. Com ela, escovamos os dentes, tomamos banho, lavamos roupa e louça e ainda geramos energia elétrica, produzimos alimentos, movemos indústrias, transportamos mercadorias, curtimos o lazer etc. O planeta, fornecedor dessa vida, também precisa dela para manter-se saudável – e garantir o equilíbrio do clima e dos ambientes naturais. Não é por acaso que a água simboliza a vida. O problema é que se torna um bem cada vez mais escasso devido a uma série de fatores, principalmente a falta de cuidado do ser humano com o meio ambiente.
Falo da água por ver, neste último final de semana, o local onde antes existia a Lagoa do Junco. Uma lagoa localizada na zona rural de Martinho Campos (indo para o Buriti Grande – uns 5 km da sede).
Nesta lagoa nadávamos, pescávamos e nos divertíamos muito. Porém, hoje, não passa de pasto para os animais, conforme visto pelas fotos aqui estampadas.
A origem da seca desta lagoa nunca foi comprovada, mas que dá dó dá! Parece que a natureza se volta contra o ser humano. Um lugar outrora lindo, agora seco e vivente da nostalgia.
Precisamos salvar as nascentes, povoar de árvores as margens dos rios e riachos, cuidarmos de nossa água para que tenhamos sempre esta fonte de vida. Quem planta uma árvore planta uma vida e salva outras tantas.
O abadiaemfoco apoia toda e qualquer forma de preservação do meio ambiente.

Reflexão da Sexta-Feira - A partilha



Certo dia uma moça estava à espera de seu voo na sala de embarque de um aeroporto.
Como ela deveria esperar por muitas horas resolveu comprar um livro para matar o tempo.
Também comprou um pacote de biscoitos.
Então ela achou uma poltrona numa parte reservada do aeroporto para que pudesse descansar e ler em paz.
Ao lado dela se sentou um homem.
Quando ela pegou o primeiro biscoito, o homem também pegou um.
Ela se sentiu indignada, mas não disse nada.
Ela pensou para si:
Mas que "cara de pau".
Se eu estivesse mais disposta, lhe daria um soco no olho para que ele nunca mais esquecesse.
A cada biscoito que ela pegava, o homem também pegava um.
Aquilo à deixava tão indignada que ela não conseguia reagir.
Restava apenas um biscoito e ela pensou: O que será que o "abusado" vai fazer agora?
Então o homem dividiu o biscoito ao meio, deixando a outra metade para ela.
Aquilo à deixou irada e bufando de raiva.
Ela pegou o seu livro e as suas coisas e dirigiu-se ao embarque.
Quando sentou confortavelmente em seu assento, para surpresa dela o seu pacote de biscoito estava ainda intacto, dentro de sua bolsa.
Ela sentiu muita vergonha, pois quem estava errada era ela, e já não havia mais tempo para pedir desculpas.
O homem dividiu os seus biscoitos sem se sentir indignado, enquanto que ela tinha ficado muito transtornada.
(Autor desconhecido)
 

Quantas vezes em nossa vida nós é que estamos comendo os biscoitos dos outros, e não temos a consciência disto ???!!!.
Pense com clareza.
Há quem proceda de forma muito diferente da que você gostaria que fosse.
Isso tira a sua calma e dá-lhe a impressão de que ninguém gosta de você.
Mas raciocine claramente.
Não será um desejo de receber, de satisfazer-se, de preencher a si próprio o motivo desse estado de espírito?
Transforme-se.
Busque mais dar do que receber.
Só podemos transformar o mundo à nossa volta mudando antes a nós mesmos.