abadiaemfoco

sábado, 31 de dezembro de 2016

Conversa de compadres II / Lerdeza

Estavam conversando, à sombra de uma frondosa árvore, ali bem próximo da Fazenda do Rasgão, o Zé Cagueiteira e o herói da Badia Geriowaldo. Estavam proseando e esperando a Tia Barbina e a Tia Fulô que foram buscar as quitandas e o café para o piquenique ejá demoravam umas duas horas. 
___ Ô compadre (disse o Cagueiteira)?
___ Que foi Zé?
___ Quer escutar um caso de lerdeza"?
___ Uai! Quero!
___ Então lá vai: "Duas tartarugas decidiram acampar em um lugar, as duas tartarugas já estavam decididas. O único problema era que para chegar naquele lugar, demoraria 70 anos para ir e 70 anos para voltar. Elas levaram tudo que era preciso para acampar. Chegando no local uma fala para a outra:
- Eu não acredito! Esquecemos a toalha!
- Eu que não irei voltar.
- Muito menos eu!
As duas decidiram quem iria, e chegaram a um acordo.
- Está bem, está bem! Eu irei, apenas se você me esperar voltar para comer!
Elas concordaram e a tartaruga foi. Passaram 120 anos e nada. A tartaruga estava com muita fome, 130 anos e a tartaruga estava ficando com mais pressa. E disse que não aguentava mais. Completaram 140 anos e ela disse:
- Não vou esperar mais! Vou comer agora...
Pegou a comida, quando ela iria comer, a outra tartaruga aparece por trás dela e diz:
- Está vendo se eu fosse?"


Momento Nostalgia/Pamonha

Nesta época de verão, nos longínquos anos 70/80, uma das coisas boas era ajudar a vó a fazer pamonha. Tinha que cortar os grãos da espiga, passar na máquina , retirar os pelos que ficavam e por fim separar as palhas para envolver a massa da pamonha. Era uma festa (trabalheira) que durava o dia inteiro até que as pamonhas ficassem prontas.
Minha vó quem temperava as ditas cujas e colocava um pedaço de queijo no meio delas. Eu ainda tinha que buscar lenha para acender o fogareiro.
Toda a família ajudava um pouco no feitio da iguaria e também no feitio do mingau.
E pra lembrar ainda mais deste tempo de festanças vamos ouvir dois grandes sucessos.
Agora a nacional


sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Reflexão da sexta-feira/Uma vida humilde

As pessoas humildes são as mais fortes, porque elas sabem que ainda precisam aprender muito, lutar muito, estudar muito, suar muito para conseguir alcançar o que desejam.
O humilde não se vangloria quando conquista uma vitória, pois ele sabe que fazer isso é deixar a porta aberta para a inveja e para o fracasso.
Viver de forma humilde é a maneira mais sábia de todas, porque a humildade nos ensina a aceitar os altos e baixos da vida, e que na realidade, apesar de todas as diferenças, ninguém é melhor do que ninguém.

Eclesiástico 1/Em dia com a Bíblia

1.Toda a sabedoria vem do Senhor Deus, ela sempre esteve com ele. Ela existe antes de todos os séculos.
2.Quem pode contar os grãos de areia do mar, as gotas de chuva, os dias do tempo? Quem pode medir a altura do céu, a extensão da terra, a profundidade do abismo?
3.Quem pode penetrar a sabedoria divina, anterior a tudo?
4.A sabedoria foi criada antes de todas as coisas, a inteligência prudente existe antes dos séculos!
5.O verbo de Deus nos céus é fonte de sabedoria, seus caminhos são os mandamentos eternos.
6.A quem foi revelada a raiz da sabedoria? Quem pode discernir os seus artifícios?
7.A quem foi mostrada e revelada a ciência da sabedoria? Quem pode compreender a multiplicidade de seus caminhos?
8.Somente o Altíssimo, criador onipotente, rei poderoso e infinitamente temível, Deus dominador, sentado no seu trono;
9.foi ele quem a criou no Espírito Santo, quem a viu, numerada e medida;
10.ele a espargiu em todas as suas obras, sobre toda a carne, à medida que a repartiu, e deu-a àqueles que a amavam.
11.O temor do Senhor é uma glória, um motivo de glória, uma fonte de alegria, uma coroa de regozijo.
12.O temor do Senhor alegra o coração. Ele nos dá alegria, regozijo e longa vida.

13.Quem teme o Senhor sentir-se-á bem no instante derradeiro, no dia da morte será abençoado.
14.O amor de Deus é uma sabedoria digna de ser honrada.
15.Aqueles a quem ela se mostra, amam-na logo que a vêem, logo que reconhecem os prodígios que realiza.
16.O temor do Senhor é o início da sabedoria. Ela foi criada com os homens fiéis no seio de sua mãe, ela caminha com as mulheres de escol, vemo-la na companhia dos justos e dos fiéis.
17.O temor ao Senhor é a religião da ciência.
18.Essa religião guarda e santifica o coração; ela lhe traz satisfação e alegria.
19.Aquele que teme ao Senhor achar-se-á confortado, no dia da morte será abençoado.
20.O temor ao Senhor é a plenitude da sabedoria, a plenitude de seus frutos, (para aquele que a possui)
21.ela enche toda a sua casa com os bens que produz, e seus celeiros com seus tesouros.
22.O temor do Senhor é a coroa da sabedoria: dá uma plenitude de paz e de frutos de salvação.
23.Ele a viu e numerou-a; ora, um e outra são um dom de Deus.
24.A sabedoria distribui a ciência e a prudente inteligência; eleva à glória aqueles que a possuem.
25.O temor do Senhor é a raiz da sabedoria, seus ramos são de longa duração.
26.A inteligência e a religião da ciência se acham nos tesouros da sabedoria, mas a sabedoria é abominada pelos pecadores.
27.O temor ao Senhor expulsa o pecado,
28.pois aquele que não tem esse temor não poderá tornar-se justo. A violência de sua paixão causará sua ruína.
29.O homem paciente esperará até um determinado tempo, após o qual a alegria lhe será restituída.
30.O homem de bom senso guarda suas palavras; muitos falarão, em voz alta, de sua prudência.
31.O sentido da instrução está encerrado nos celeiros da sabedoria.
32.Mas o culto de Deus é abominado pelo pecador.
33.Meu filho, tu que desejas ardentemente a sabedoria, sê justo e Deus ta concederá.
34.Pois o temor do Senhor é sabedoria e instrução, e o que lhe é agradável
35.é fidelidade e doçura; ele encherá os celeiros daqueles (que as possuem).
36.Não sejas rebelde ao temor do Senhor, não vás a ele com um coração fingido.
37.Não sejas hipócrita diante dos homens, e que teus lábios não sejam motivo de queda.
38.Vela sobre eles para que não caias, e não atraias sobre tua alma a desonra;
39.e para que Deus, revelando teus segredos, não te destrua no meio da assembléia,
40.por te teres aproximado do Senhor sorrateiramente, com o coração cheio de astúcia e engano.


segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

2016 - O ano que não acabou

A história sempre nos mostrou momentos cruciais para a humanidade. Fossem eles bons ou ruins, sempre estiveram ao alcance do pensamento popular e nos mais remotos rincões de nosso planeta. Da alegria para a dor, ou vice-versa, diversos significados modernos da vivência humana se manifestaram positivamente para o aprendizado e sua ligação para com o espiritual.
Em nossa comunidade interiorana também não foi diferente. E pudemos vivenciar diversos momentos que certamente ficarão marcados em nossa trajetória terrestre.
E o ano de 2016 parece não terminar...
Somos testemunhas do tempo. Passamos por maus bocados neste ano que seu encurtamento até seria viável, basta ver e provar a água que nos é ofertada e sua movimentação neste período.
Mas o ano também nos foi propício, pois muitas realizações individuais e filantrópicas puderam ser concretizadas.
O povo se rendeu às mídias eletrônicas e a distância ficou reduzida. 
Mesmo sem bússola estamos sendo guiados pelas mãos divinas e temos que agradecer por este conturbado ano bissexto.
Que as mazelas de nossa cidade possam ser resolvidas pelo povo e pela nova administração. Que nossos lares fiquem protegidos de todo o mal. Que o novo ano seja de realizações plenas para todos. Que 2017 possa realmente fazer a diferença!
FELIZ ANO NOVO a todos! abadiaemfoco!

Momento Nostalgia/Apagão

Nestes tempos de fim de ano e ano novo, o período chuvoso se acentua e traz muita tempestade para nossas bandas.
Lembro-me bem de certa feita, quando chovia muito, lá pelos idos de 1988, a energia acabou e ficamos no escuro na véspera de ano novo.
Não tínhamos lanternas e ficávamos na rua sentado nos bancos da praça esperando a energia voltar.
Para passar o tempo começávamos a cantar "melão melão, sabiá..." e assim ficávamos até alguma luz se acender.
Acontece que começou o maior temporal e não tínhamos para onde ir. Aí , quando um carro passou com seus faróis ligados, nos orientamos e fomos parar debaixo da marquise do prédio onde hoje funciona o Sicoob. Foi uma noite longa e somente de madrugada pudemos sair daquele local e voltar para nossas casas. Coisas de pequena cidade. E para recordar ainda mais vamos ouvir dois sucessos eternos.
Agora a nacional


sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Reflexão da sexta-feira/Acredite na vida

Acreditar que a nossa vida não é melhor ou pior do que a de ninguém. Nunca sentir-se maior ou menor, mas igual. Fazer o bem sem olhar à quem e não esperar nada em troca, é uma maneira de encontrar a felicidade.
Procurar sorrir sempre, mesmo diante das dificuldades e não se envergonhar das lágrimas, diante da necessidade, é outra maneira de irmos ao encontro dela. Ser humilde, prestar favores sem recompensas, abrir as mãos e oferecer ajuda, é uma maneira de buscar a felicidade. 
Chorar e sofrer, mas lutar e procurar vencer, sem deixar o cansaço te derrotar, nem o desânimo ou o preconceito te dominar, é uma maneira de ganhar a felicidade. Aprender à defender seus ideais e a amar seus semelhantes, à conquistar seus amigos pelo que é e não pelo que queiram que seja, é mais uma maneira de abraçar a felicidade.
Saber ganhar e saber perder, é uma rara conquista, mas você consegue. Tenha fé, acredite em Deus!!! Viva cada momento de sua vida como se fosse o último. Faça de sua vida uma conquista de vitórias, uma virtude e aproveite tudo o que ela te der como oportunidade. Mesmo sofrendo, sofra amando. Pois é através do amor que você encontrará as chaves para abrir as portas da felicidade...

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Conversa de compadres

___ E aí compadre Cagueiteira, como tem passado?
___ Bem Geriowaldo, Graças a Deus! Mas é de agorinha, pois nuns tempos atrás aí eu e minha vizinhança sofríamos de assaltos regularmente... eu já estava cheio disso! Então desativei meu sistema de alarme, deixei de pagar o guarda noturno e dispensei a vigilância do bairro.
___ Uai, então piorou sô!?
___ Piorou que nada compadre, no jardim de casa hasteei 3 bandeiras: Uma bandeira do Afeganistão, outra da Arábia Saudita e no meio a bandeira negra do Estado Islâmico. Agora, somos vigiados pela Polícia local, Federal, pela Segurança Pública, Interpol, etc. 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano. Meus filhos são seguidos quando vão para a escola, minha esposa quando sai de casa, e me seguem quando vou e volto do trabalho. Ninguém mexe com a gente. Nunca me senti tão seguro. Já me disseram que se eu botar uma de Cuba ainda ganho um dinheirinho do Temer.

Publicações recentes

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Terceiro Termo aditivo ao Contrato nº 026/2014, referente ao Processo Licitatório nº 12/2014 Pregão Presencial nº 11/2014, firmado com a empresa PENSÃO E APOIO ÀS PREFEITURAS MINEIRAS LTDA . Fica prorrogado o prazo de vigência do contrato originário até 30 de junho de 2017 a partir de 31 de dezembro de 2016 . Francisco Ludovico de Medeiros - Prefeito municipal .

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Quinto Termo aditivo ao Contrato nº 057/2013, referente ao Processo licitatório nº 035/2013 Tomada de Preços nº 03/2013, firmado com a empresa LaboratórIo Medeiros E Vieira LTDA . Fica prorrogado o prazo de vigência do referido contrato até o dia 30 de junho de 2017 a partir de 31 de dezembro de 2016 . Francisco Ludovico de Medeiros - Prefeito municipal .

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Primeiro Termo aditivo ao Contrato nº 010/2016, referente à Dispensa de Licitação nº 002/2016, firmado entre o município de Martinho Campos e o sindicato dos trabalhadores rurais de Martinho Campos . Cláusula Primeira – Do objeto: o presente Termo aditivo tem como objeto a prorrogação do prazo de vigência do contrato originário para até 30 de junho de 2017, iniciando a partir de 31 de dezembro de 2016 . Francisco Ludovico de Medeiros - Prefeito municipal .
PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Primeiro Termo aditivo ao Contrato nº 030/2016, referente ao Processo Licitatório nº 38/2016 Tomada de Preços nº 02/2016, firmado com a empresa CETEC CONSTRUÇÕES ELETROTÉCNICAS LTDA . Fica prorrogado o prazo de vigência do referido contrato por mais 06 (seis) meses a partir de 03/01/2017 . Francisco Ludovico de Medeiros - Prefeito municipal .

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Primeiro Termo aditivo ao Contrato nº 031/2016, referente ao Processo Licitatório nº 39/2016 Tomada de Preços nº 03/2016, firmado com a empresa CETEC CONSTRUÇÕES ElETROTÉCNICASS LTDA. Fica prorrogado o prazo de vigência do referido contrato por mais 06 (seis) meses a partir de 10/01/2017. Francisco Ludovico de Medeiros - Prefeito municipal.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Homenagem

Este ano, no aniversário da cidade, a surpresa ficou por conta da inauguração do monumento (estátuas) em homenagem as criadores do outrora povoado de Abadia, Maximiniano Alves de Araújo e Jerônimo Vieira.

O marco, situado na orla da Avenida e do lado oeste da Matriz, simboliza o encontro dos dois fazendeiros que, conforme narra a história, mais ou menos entre 1808 e 1820, esses dois proprietários deliberaram mandar construir uma capela em honra a Nossa Senhora de Abadia. O local foi escolhido de forma singular e dizem que ambos se colocaram em suas fazendas e combinaram começar a andar na mesma hora, para que no ponto de encontro dos dois, ficasse assinalado o local onde deveria ser iniciada a capela. Esse local foi onde hoje se situa Matriz de Nossa Senhora da Abadia.

Uma justa homenagem que não só mantém viva a história da cidade como também encanta os transeuntes que por ali passam.
O abadiaemfoco parabeniza a equipe da Secretaria de Cultura e o prefeito Chico pela valorização de nossa memória.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Cântico dos Cânticos 8/Em dia com a Bíblia

Ah! quem me dera que foras como meu irmão, que mamou aos seios de minha mãe! Quando te encontrasse lá fora, beijar-te-ia, e não me desprezariam!
Levar-te-ia e te introduziria na casa de minha mãe, e tu me ensinarias; eu te daria a beber do vinho aromático e do mosto das minhas romãs.
A sua mão esquerda esteja debaixo da minha cabeça, e a sua direita me abrace.
Conjuro-vos, ó filhas de Jerusalém, que não acordeis nem desperteis o meu amor, até que queira.
Quem é esta que sobe do deserto, e vem encostada ao seu amado?
Debaixo da macieira te despertei, ali esteve tua mãe com dores; ali esteve com dores aquela que te deu à luz.
Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teu braço, porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura o ciúme; as suas brasas são brasas de fogo, com veementes labaredas.
As muitas águas não podem apagar este amor, nem os rios afogá-lo; ainda que alguém desse todos os bens de sua casa pelo amor, certamente o desprezariam.
Temos uma irmã pequena, que ainda não tem seios; que faremos a esta nossa irmã, no dia em que dela se falar?
Se ela for um muro, edificaremos sobre ela um palácio de prata; e, se ela for uma porta, cercá-la-emos com tábuas de cedro.
Eu sou um muro, e os meus seios são como as suas torres; então eu era aos seus olhos como aquela que acha paz.
Teve Salomão uma vinha em Baal-Hamom; entregou-a a uns guardas; e cada um lhe trazia pelo seu fruto mil peças de prata.
A minha vinha, que me pertence, está diante de mim; as mil peças de prata são para ti, ó Salomão, e duzentas para os que guardam o seu fruto.
Ó tu, que habitas nos jardins, os companheiros estão atentos para ouvir a tua voz; faze-me, pois, também ouvi-la.
Vem depressa, amado meu, e faze-te semelhante ao gamo ou ao filho dos veados sobre os montes dos aromas.

Feliz Natal

Mais um ano chega ao fim, mais uma vez o espírito de Natal chega para suavizar os nossos dias, e trazer brilho e alegria para as nossas vidas.
Somos gratos e felizes por ter vivido mais este ano, levando até vocês as informações e alegrias de nossa cidade e região através de nossas postagens, e por ter tido a oportunidade de aprender e crescer, como profissionais e pessoas. 
O nosso pedido especial para o próximo ano que se inicia é que a energia e as boas vibrações encham os nossos corações com o amor do Natal, e permaneçam sempre em nossas vidas. Afinal, o Natal é quando a gente quiser.
Tenham um Natal muito Feliz e um Ano Novo pleno de realizações! Muito sucesso, paz, amor e saúde a todos.
É o que deseja o abadiaemfoco.com.br.

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Cântico dos cânticos 7/Em dia com a Bíblia

Quão formosos são os teus pés nos sapatos, ó filha do príncipe! Os contornos de tuas coxas são como jóias, trabalhadas por mãos de artista.
O teu umbigo como uma taça redonda, a que não falta bebida; o teu ventre como montão de trigo, cercado de lírios.
Os teus dois seios como dois filhos gêmeos de gazela.
O teu pescoço como a torre de marfim; os teus olhos como as piscinas de Hesbom, junto à porta de Bate-Rabim; o teu nariz como torre do Líbano, que olha para Damasco.
A tua cabeça sobre ti é como o monte Carmelo, e os cabelos da tua cabeça como a púrpura; o rei está preso nas galerias.
Quão formosa, e quão aprazível és, ó amor em delícias!
A tua estatura é semelhante à palmeira; e os teus seios são semelhantes aos cachos de uvas.
Dizia eu: Subirei à palmeira, pegarei em seus ramos; e então os teus seios serão como os cachos na vide, e o cheiro da tua respiração como o das maçãs.
E a tua boca como o bom vinho para o meu amado, que se bebe suavemente, e faz com que falem os lábios dos que dormem.
Eu sou do meu amado, e ele me tem afeição.
Vem, ó amado meu, saiamos ao campo, passemos as noites nas aldeias.
Levantemo-nos de manhã para ir às vinhas, vejamos se florescem as vides, se já aparecem as tenras uvas, se já brotam as romãzeiras; ali te darei os meus amores.
As mandrágoras exalam o seu perfume, e às nossas portas há todo o gênero de excelentes frutos, novos e velhos; ó amado meu, eu os guardei para ti.

sábado, 10 de dezembro de 2016

Momento Nostalgia/Baile formatura

Em nossas andanças pelas ruas da Badia, em tempos idos, uma das coisas boas de fim de ano era o baile de formatura. Todo ano tinha um ali na Escola da CNEC (hoje Geraldo de Assis). 
O baile era organizado desde o início do ano letivo pelos formandos,sendo realizados outros eventos para arrecadação de fundos para o pagamento da Banda.
Lembro-me bem de um destes bailes onde a atração musical ficou por conta do Brasil 70, uma banda muito boa.
Nossa turma foi e se divertiu muito ouvindo anos 80 e muito Rock.
E para lembrar ainda mais daqueles bailes, vamos ouvir dois grandes sucessos:

Agora a nacional

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Reflexão da sexta-feira/União

Os mestres dizem que a descoberta espiritual é solitária. "Por que estamos juntos, então?", perguntou um discípulo. "Vocês estão juntos porque um bosque é mais forte que uma árvore só", respondeu o mestre."O bosque resiste muito mais ao vento, além de ajudar ao solo a ser fértil", continuou."O que faz a árvore forte é a raiz, mas ela não pode fazer nenhuma outra planta crescer".E o mestre conclui:"Ter o mesmo propósito e deixar que cada um cresça é o caminho dos que comungam com Deus".


[ "A alegria de seu espírito é o indício de sua força." ]
(Paulo Coelho)

Só em 2017 agora

O Campeonato Brasileiro terminou para o Atlético, que ficou em 4º lugar, mesmo antes da última rodada. O fato se deu por causa da tragédia com o time da Chapecoense que seria o último adversário do Galo.
Ficou devendo, pois tinha time para ser campeão. Os percalços durante o campeonato foram falhas individuais e de equivocadas mudanças promovidas pelo técnico Marcelo Oliveira que culminaram no distanciamento do então campeão Palmeiras.
A derrota para o Grêmio também foi um desastre. Um time que almeja títulos jamais poderia ser goleado dentro de sua própria casa. O jogo da volta até que foi bom, porém tarde demais para bicar o caneco da Copa do Brasil.
O alento que sobra neste fim de ano é a valorização do elenco, a troca de treinadores e a conquista da vaga para a libertadores de 2017, onde poderemos conquistar mais uma vez o certame internacional.
Assim sendo, de férias, o Galão da Massa já planeja o ano novo e, novamente, contará com sua apaixonada e apaixonante torcida. Até lá maior de Minas! Bica bicudo!

Estamos Juntos na Política

Já dizia Maquiavel "O primeiro método para estimar a inteligência de um governante é olhar para os homens que tem à sua volta."
E com essa célebre frase começamos nosso texto que trata da política local. 
Terminada a eleição para Prefeito, vice e vereadores de nossa querida Martinho Campos, o passo seguinte para dar continuidade ao projeto do então prefeito eleito (Zeto) com seu vice (Cotão), é a transição governamental e a escolha do secretariado.
A transição está acontecendo e todos estão atentos para essa etapa que é muito importante para que a cidade não fique parada, politicamente, no início de 2017.
A escolha de alguns nomes para o Secretariado também já foi feita e , os mesmos, estão se empenhando para conhecer e vivenciar esta nova realidade que vem por aí.
Nós do abadiaemfoco estamos acompanhando de perto estes mecanismos e apoiamos os nomes ditados até agora. Até mesmo porque há de se elogiar e/ou criticar, quando realmente, eles lá estiverem.
Na Câmara os bastidores se dão conta que já tem um nome forte para presidente daquela Casa Legislativa. Uma pessoa com bom senso, inteligente e com mãos firmes para comandar os trabalhos dos nossos representantes.
Oxalá os espíritos da boa governabilidade se estabeleçam na Badia e façam com que nossa cidade se desenvolva para o bem estar de seu povo!

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Cântico dos Cânticos 6/Em dia com a Bíblia

Para onde foi o teu amado, ó mais formosa entre as mulheres? Para onde se retirou o teu amado, para que o busquemos contigo?
O meu amado desceu ao seu jardim, aos canteiros de bálsamo, para apascentar nos jardins e para colher os lírios.
Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu;ele apascenta entre os lírios.
Formosa és, meu amor, como Tirza, aprazível como Jerusalém, terrível como um exército com bandeiras.
Desvia de mim os teus olhos, porque eles me dominam. O teu cabelo é como o rebanho das cabras que aparecem em Gileade.
Os teus dentes são como o rebanho de ovelhas que sobem do lavadouro, e das quais todas produzem gêmeos, e não há estéril entre elas.
Como um pedaço de romã, assim são as tuas faces entre os teus cabelos.
Sessenta são as rainhas, e oitenta as concubinas, e as virgens sem número.
Porém uma é a minha pomba, a minha imaculada, a única de sua mãe, e a mais querida daquela que a deu à luz; viram-na as filhas e chamaram-na bem-aventurada, as rainhas e as concubinas louvaram-na.
Quem é esta que aparece como a alva do dia, formosa como a lua, brilhante como o sol, terrível como um exército com bandeiras?
Desci ao jardim das nogueiras, para ver os frutos do vale, a ver se floresciam as vides e brotavam as romãzeiras.
Antes de eu o sentir, me pôs a minha alma nos carros do meu nobre povo.
Volta, volta, ó Sulamita, volta, volta, para que nós te vejamos. Por que olhais para a Sulamita como para as fileiras de dois exércitos?

domingo, 4 de dezembro de 2016

Momento Nostalgia/AbadiaxKosmos

Quando nossa turma treinava no AFC (Abadia futebol clube) eu era metido a centroavante e gostava de jogar bem clássico, como Zidane, Sócrates, etc. Num jogo em que fomos até Ibitira City jogar contra o Kosmos foi uma aventura só. Ganhamos de 11 a 1, mas o detalhe mais importante do jogo foi que ele durou três horas. Isto porque , num lance de falta, eu cobrei com muita força e a bola subiu saindo fora do estádio em direção a BR 352 e caiu na carroceria de um caminhão que passava naquele momento na referida rodovia. Como a bola foi embora e no campo só havia aquela , o jogo ficou paralisado por muito tempo até que se buscasse  outra bola. E para lembrar ainda mais daquele recente passado, vamos ouvir dois sucessos.




Agora a nacional


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Reflexão da sexta-feira

Não acredite em algo simplesmente porque ouviu. Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito. Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos. Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade. Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração. Mas depois de muita análise e observação, se você vê que algo concorda com a razão, e que conduz ao bem e beneficio de todos, aceite-o e viva-o.
(Buda)