abadiaemfoco

sábado, 30 de abril de 2016

Pescando

Estava chovendo muito e uma grande poça havia se formado na frente do Bar Central em Martinho Campos City. O Geriowaldo (herói da Badia) estava ao lado da poça segurando uma vara com uma corda na ponta e a sacudiu para cima e para baixo na água. Um cavalheiro curioso perguntou o que ele estava fazendo.
- Pescando -, respondeu o Gê.
- Cara tolo - pensou o cavalheiro, então ele convidou o Geriowaldo para tomar uma bebida no bar.
Sentindo que ele deveria começar uma conversa, enquanto eles estavam bebendo uísque, o cavalheiro pergunta:
- E quantos você já pegou?
- Você é o oitavo!

Momento Nostalgia/Campo de aviação

Em tempos idos, aqui na Badia, sempre era dia de festa quando pousava um avião em nosso "aeroporto". Sim! De vez em quando vinha alguma autoridade aqui nos visitar (ou pedir votos) e, nós, então crianças estudantes da Escola Estadual Cel. Pedro Lino (escola de lata) íamos todos uniformizados, com bandeirinhas do Brasil e de Minas recepcionar os visitantes ilustres.
Era um tipo de excursão, haja vista a distância do "aeroporto" da cidade. Ficávamos deslumbrados com aquele "bicho" descendo do céu e pousando na terra , levantando poeira que cobria todo o bairro Lagoa dos Buritis.
Coisas de criança, coisas de Badia. E para lembrarmos ainda mais desse tempo, vamos ouvir dois "remembers" Tip Top:

Agora a nacional




O mesmo banco?

Quem mora em Martinho Campos ou quem a visita, sempre se admira com a beleza de nossa Praça. Realmente é um cartão postal nosso centro histórico, próximo à belíssima Igreja Matriz.
E lá podemos perceber o quão importante são as coisas simples, como por exemplo os bancos da praça.
Sim meus amigos! Os bancos são uma história a parte. Cada um deles faz menção (propaganda) de algum estabelecimento ou de alguém.
Curioso, alguns perguntam, por que os bancos não são padronizados, não têm a mesma forma. Isso é fácil explicar: quando da construção do coreto foram derrubados alguns desses bancos e outros foram construídos seguindo uma linha mais modernista. 
Eu particularmente prefiro os mais antigos, no modelo retrô.
E você amigo internauta, qual deles prefere?




sexta-feira, 29 de abril de 2016

Reflexão da sexta-feira/Meu bom José

Olha o que foi meu bom José
Se apaixonar pela donzela
Dentre todas a mais bela
De toda sua Galiléia
Casar com Deborah ou com Sarah
Meu bom José você podia
E nada disso acontecia
Mas você foi amar Maria
Você podia simplesmente
Ser carpinteiro e trabalhar
Sem nunca ter que se exilar
De se esconder com Maria
Meu bom José você podia
Ter muitos filhos com Maria
E teu ofício ensinar
Como teu pai sempre fazia
Porque será, meu bom José
Que esse teu pobre filho um dia
Andou com estranhas idéias
Que fizeram chorar Maria
Me lembro às vezes de você
meu bom José, meu pobre amigo
Que desta vida só queria
Ser feliz com sua Maria.

A semente foi lançada...

Desde muito a população de Ibitira e Alberto Isaacson sofre com a falta de segurança em seus distritos. O problema foi agravado pela retirada dos postos da Polícia Militar daquelas comunidades e a inoperância do poder público local.

A população então, mediante o aumento da criminalidade, resolveu lutar pelos seus direitos e organizou uma reunião no último dia 27 para debaterem sobre o problema que é de todos.
O evento aconteceu em Ibitira e teve casa cheia, bem como a presença de diversas autoridades civis e militares.
Durante a reunião alguns moradores utilizaram a palavra para narrar diversos acontecimentos criminais acontecidos no distrito e região.
Cada palestrante deu sua contribuição, falando sobre questões de segurança pública, das dificuldades que a polícia encontra e da urgente necessidade de parceria entre a população (de bem) com os órgãos de segurança, em especial a polícia militar.

A tenente Mariana  se dispôs a iniciar um projeto de parceria e a ACASP apoiará em tudo que for preciso para a implantação deste intento.
Ficou estabelecido um novo encontro em breve para a gênesis do projeto Rede de Comércio e Rede de Vizinhos monitorados.
Honraram o evento com suas presenças: Capitão Marco Paulo (Divinópolis), Capitão Luciano (Abaeté), Capitão Joselito (Corpo de Bombeiros de Divinópolis), Tenente Mariana (Martinho Campos), Dr José Levy e o Eromar da ACASP.

Segurança Pública significa a garantia e proteção dos direitos individuais e sociais, assegurando o pleno exercício da cidadania. Não se contradiz a condição de liberdade para o seu pleno exercício. Enquanto atividade desenvolvida pelo Estado e órgãos de segurança pública é responsável por eliminar qualquer ato de repressão, oferecendo qualidade vida aos cidadãos. Esse foi o mote da reunião que, além de proveitosa foi assistida por mais de 400 pessoas e culminou com o lançamento da semente de um futuro mais seguro para nossa comunidade.
(As duas primeiras fotos bem como os nomes das autoridades foram enviados por um dos organizadores da reunião, senhora Ines Cardoso)

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Reforma Política já!

Observando os trâmites do Impeachment da presidente, reflito mais ainda sobre a necessidade urgente de se realizar uma reforma política no país. Não é possível conceber eleições onde há uma grande troca de favores entre empreiteiras e políticos; bem como também a existência de tantas siglas políticas (algumas delas de "aluguel"), tantas ideologias, sendo que no final prevalecem as coligações.
Basta analisarmos os países "mais" desenvolvidos, onde existem poucos partidos e onde há maior transparência eleitoral.
Resultado de imagem para reforma política
A reforma seria um meio de acabarmos (ou minimizarmos) os efeitos da horrorosa corrupção que assola o nosso meio político, como ora estamos presenciando.
A diminuição de siglas partidárias, a proibição de doações de campanha, a implantação de requisitos mínimos para candidatura, capacitação e eficiência dos órgãos de controle, além da ficha limpa; seriam utensílios fomentadores para uma imediata reforma política e consequentemente melhores administrações.



terça-feira, 26 de abril de 2016

Publicações Oficiais

Resultado de imagem para publicações oficiais
20/04
PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG . Termo de Homologação . Processo licitatório nº 13/2016 Pregão Presencial rP nº 13/2016 . objeto: Contratação de empresa para prestação de serviço de locação de máquina pesada com operador . empresa vencedora: Osanan Manoel de Sousa – me . Francisco Ludovico de Medeiros – Prefeito municipal .

21/04
PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Ata de Registro de Preços nº 037/2016 firmada com a empresa OSANAM MANOEL DE SOUZA, no valor global de r$38 .000 ( Trinta e oito mil reais), referente ao Processo licitatório nº 13/2016 Pregão Presencial rP nº 13/2016 . Francisco Ludovico de Medeiros - Prefeito municipal . 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG Contrato nº 006/2016 firmado com a empresa ASTEM EQUIPAMENTOS E MÓVEIS LTDA - ME, no valor global de r$33 .866,40 ( Trinta e três mil, oitocentos e sessenta e seis reais e quarenta centavos), referente ao Processo licitatório nº 09/2016 Pregão Presencial nº 09/2016 . Francisco Ludovico de Medeiros - Prefeito municipal .

Enquanto isso, na pracinha ....

Dois amigos (um da Ibitira e outro da Badia) encontravam-se sentados na praça da Matriz, contemplando a natureza, quando um pergunta ao outro:
- Ei, como está essa questão da gripe aí na sua região?
- Está empate - respondeu o outro.
O primeiro questiona:
- Mas como assim empate?
E o outro explica:
- H1 N1.

Reflexão/Sabedoria 5

1.Então, com grande confiança, o justo se levantará em face dos que o perseguiram e zombaram dos seus males aqui embaixo.
2.Diante de sua vista serão presos de grande temor e tomados de assombro ao vê-lo salvo contra sua expectativa;
3.tocados de arrependimento, dirão entre si, e, gemendo na angústia de sua alma, dirão:
4.Ei-lo, aquele de quem outrora escarnecemos, e a quem loucamente cobrimos de insultos! Considerávamos sua vida como uma loucura, e sua morte como uma vergonha.
5.Como, pois, é ele do número dos filhos de Deus, e como está seu lugar entre os santos?
6.Portanto, nós nos desgarramos para longe da verdade: a luz da justiça não brilhou para nós e o sol não se levantou sobre nós!
7.Nós nos manchamos nas sendas da iniqüidade e da perdição, erramos pelos desertos sem caminhos e não conhecemos o caminho do Senhor!
8.O que ganhamos com nosso orgulho, e que nos trouxe a riqueza unida à arrogância?
9.Tudo isso desapareceu como sombra, como notícia que passa;
10.como navio que fende a água agitada, sem que se possa reencontrar o rasto de seu itinerário, nem a esteira de sua quilha nas ondas.
11.Como a ave que, atravessando o ar em seu vôo, não deixa após si o traço de sua passagem, mas, ferindo o ar com suas penas, fende-o com a impetuosa força do bater de suas asas, atravessa-o e logo nem se nota indício de sua passagem;
12.como quando uma flecha, que é lançada ao alvo, o ar que ela cortou volta imediatamente à sua posição de modo que não se pode distinguir sua trajetória,
13.assim, também nós, apenas nascidos, cessamos de ser, e não podemos mostrar traço algum de virtude: é no mal que nossa vida se consumiu!
14.Assim a esperança do ímpio é como a poeira levada pelo vento, e como uma leve espuma espalhada pela tempestade; ela se dissipa como o fumo ao vento, e passa como a lembrança do hóspede de um dia.
15.Mas os justos viverão eternamente; sua recompensa está no Senhor, e o Altíssimo cuidará deles.
16.Por isso receberão a régia coroa de glória, e o diadema da beleza da mão do Senhor, porque os cobrirá com sua direita, e os protegerá com seu braço.
17.Por armadura tomará seu zelo cioso, e armará as criaturas para se vingar de seus inimigos.

18.Tomará por couraça a justiça, e por capacete a integridade no julgamento.
19.Ele se cobrirá com a santidade, como com um impenetrável escudo,
20.afiará o gume de sua ira para lhe servir de espada, e o mundo se reunirá a ele na luta contra os insensatos.
21.Os raios partirão como flechas bem dirigidas, e, como de um arco bem distendido, voarão das nuvens para o alvo;
22.uma balista fará cair uma pesada saraiva de ira; a água do mar se levantará em turbilhão contra eles e os rios os arrastarão impetuosamente.
23.O sopro do Todo-poderoso se insurgirá contra eles e os dispersará como um furacão; a iniqüidade fará de toda a terra um deserto, e a malícia derribará os tronos dos poderosos!

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Reunião sobre segurança pública em Ibitira

A segurança pública é direito do cidadão, estabelecido pela Constituição.
Aqui em nosso município ela é estabelecida pelas polícias e pelo Conselho Municipal de Segurança Pública.
Sabemos, pois, que há deficiência nesta segurança, principalmente nos distritos maiores, de onde foram retirados os postos policiais há alguns anos.
A população se viu a mercê de toda sorte de infortúnios e agora luta para uma proteção mais ostensiva e cidadã.
Para tanto, a comunidade de Ibitira está convidando toda a população de Martinho Campos para uma Reunião sobre "Segurança Pública e CIDADANIA"
Data: 27 de abril de 2016
Horário: 19:30 hr
Local:CONFRARIA
Entrada franca

Palestrantes confirmados.
Ajudem-nos a divulgar, a responsabilidade é de todos;
Principalmente aonde as comunidades são limitadas pela falta de internet, você poderá cooperar convidando seus vizinhos, amigos, parentes e fazendo cartazes convidando nas igrejas, escolas, comércio e outros, com texto sugerido:

TODOS JUNTOS PELA SEGURANÇA PÚBLICA:
Comunidade x Polícia Militar x Polícia Civil

Um de nossos palestrantes confirmados é o Presidente da ACASP de Divinópolis, DR. JOSÉ LEVI LUCAS. A ACASP é uma ONG que implantou um trabalho pioneiro em Divinópolis e conquistou o título de REFERÊNCIA em SEGURANÇA PÚBLICA em Minas Gerais.Ele apresentará um Projeto que Ibitira poderá implantar pará mudar para melhor nossas estatísticas.
A reunião será o primeiro passo para uma melhora efetiva quanto à segurança pública de nossas comunidades.
Contamos com o apoio de todos.

Melhores de Minas

Os dois melhores times de futebol de Minas Gerais, na atualidade, se enfrentarão na final do campeonato Mineiro, edição 2016. Atlético e América vieram de classificações distintas, porém ambos conquistaram as vagas por intermédio de muita tática, garra e jogos vibrantes.
As torcidas do Coelho e do Galo já se preparam para mais um grande show no Independência domingo que vem, palco da primeira das duas partidas decisivas.
O Galo, porém, tem um duelo importante na quarta, pela competição internacional (Libertadores) contra o Racing lá na Argentina. Já o América joga  sua vida, na Copa do Brasil, contra o Red Bulls, em BH, na quinta-feira.
Será realmente um grande jogo. Que as equipes joguem seu bom futebol e mostrem ao Brasil o quão grande é o futebol das Minas Gerais.
Parabéns ao Galo e ao Coelho por mais esta decisão. E vamos pra cima deles Galooooooooo!



sexta-feira, 22 de abril de 2016

Reflexão da sexta-feira


Se você abre uma porta, você pode ou não entrar em uma nova sala. Você pode não entrar e ficar observando a vida. Mas se você vence a dúvida, o temor, e entra, dá um grande passo: nesta sala vive-se! Mas, também, tem um preço... São inúmeras outras portas que você descobre. Às vezes curte-se mil e uma. O grande segredo é saber quando e qual porta deve ser aberta. A vida não é rigorosa, ela propicia erros e acertos. Os erros podem ser transformados em acertos quando com eles se aprende. Não existe a segurança do acerto eterno.


A vida é generosa, a cada sala que se vive, descobre-se tantas outras portas. E a vida enriquece quem se arrisca a abrir novas portas. Ela privilegia quem descobre seus segredos e generosamente oferece afortunadas portas. Mas a vida também pode ser dura e severa. Se você não ultrapassar a porta, terá sempre a mesma porta pela frente. É a repetição perante a criação, é a monotonia monocromática perante a multiplicidade das cores, é a estagnação da vida... Para a vida, as portas não são obstáculos, mas diferentes passagens!

(Içami Tiba)

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Ideais de liberdade

O Brasil teve seus heróis. E não foram poucos. Daí o sentimento de patriotismo ser tão efusivo e presente no coração de cada cidadão brasileiro, apesar das amarguras políticas que vivemos.
Tiradentes foi o líder da Inconfidência Mineira e lutou pela Liberdade do Brasil, perante o trono Português.
Morreu heroicamente e por ele comemoramos todo dia 21 de abril o momento da luta pelos ideais de liberdade. 
O Brasil hoje é uma nação livre e soberana, rica e democrática. Parte dessa "riqueza" vem dos tempos memoráveis da Inconfidência Mineira.
Triste é o momento em que vamos comemorar, neste ano, o 21 de abril. Essa incerteza na economia, na política e no sistema governamental do país, nos leva a uma reflexão quanto ao futuro de nosso querido Brasil.
Necessárias são as medidas que estamos vendo. Todavia , nosso compromisso com o voto é ainda maior em se tratando dos caminhos que a nação brasileira deverá seguir.
Se Tiradentes estivesse vivo, certamente estaria lutando para a conscientização dos eleitores em todo o estado Tupiniquim, de forma a evitar as arbitrariedades que foram cometidas no passado.
Que o 21 de abril não passe apenas de um simples feriado, mas sim de um momento a ser encaminhado para o futuro real e concreto do nosso país, tanto no quesito econômico quanto político, na renovação e promoção de um país sério e pertinente ao nome de "desenvolvido".
Tudo se resolve (para o bem ou para o mal)  nas teclas da urna eleitoral.
Por isso, seja Tiradentes um pilar nas próximas eleições municipais. Seja ele uma referência para escolhermos os mais bem preparados para nossa cidade. E viva o Brasil!

terça-feira, 19 de abril de 2016

Sabedoria 4/Reflexão

1.Mais vale uma vida sem filhos, mas rica de virtudes: sua memória será imortal, porque será conhecida de Deus e dos homens.
2.Quando está presente, imitam-na; quando passada, desejam-na; ela leva na glória uma coroa eterna, por ter triunfado sem mancha nos combates.
3.Mas para nada servirá, ainda que numerosa, a raça dos ímpios; procedendo de renovos bastardos, não estenderá raízes profundas, não se estabelecerá numa base sólida.

4.Ainda que por algum tempo estenda seus ramos, estando instavelmente assentada, será abalada pelo vento e, pela violência da tempestade, será desarraigada.
5.Os galhos serão quebrados antes do desenvolvimento, o fruto deles será inútil, verde demais para ser comido, e impróprio para qualquer uso,
6.porque os filhos nascidos de uniões ilícitas serão no dia do juízo testemunhas a deporem contra seus pais.
7.Quanto ao justo, mesmo que morra antes da idade, gozará de repouso.
8.A honra da velhice não provém de uma longa vida, e não se mede pelo número dos anos.
9.Mas é a sabedoria que faz as vezes dos cabelos brancos; é uma vida pura que se tem em conta de velhice.
10.Ele agradou a Deus e foi por ele amado, assim (Deus) o transferiu do meio dos pecadores onde vivia.
11.Foi arrebatado para que a malícia lhe não corrompesse o sentimento, nem a astúcia lhe pervertesse a alma:
12.porque a fascinação do vício atira um véu sobre a beleza moral, e o movimento das paixões mina uma alma ingênua.
13.Tendo chegado rapidamente ao termo, percorreu uma longa carreira.
14.Sua alma era agradável ao Senhor, e é por isso que ele o retirou depressa do meio da perversidade. Os povos que vêem esse modo de agir não o compreendem, e não refletem nisto:
15.que o favor de Deus e sua misericórdia são para seus eleitos, e sua assistência está no meio de seus fiéis.
16.O justo, ao morrer, condena os ímpios que sobrevivem, e a juventude, atingindo tão depressa a perfeição, confunde a longa velhice do pecador.
17.Eles verão o fim do sábio, e não compreenderão os desígnios do Senhor a seu respeito, nem por que ele o pôs em segurança.
18.Eles verão e mostrarão desprezo, mas o Senhor zombará deles.
19.Depois disso serão cadáveres sem honra, desterrados entre os mortos, numa eterna ignomínia, porque ele os ferirá, e os precipitará sem voz, abatê-los-á nas suas bases e os mergulhará na última desolação. Eles serão entregues à dor, e a memória deles perecerá.
20.Comparecerão aterrorizados com a lembrança de seus pecados, e suas iniqüidades se levantarão contra eles para os confundir.