abadiaemfoco

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Banda de música ganha novos instrumentos e terá sede reformada

Conforme publicado hoje no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais, o Estado de Minas, através da Secretaria de Cultura doa instrumentos musicais à Lira Santa Cecília de Martinho Campos, atendendo ao Programa de Apoio às Bandas.
Também foram publicados dois itens para reforma da sede da Banda de Música.

Veja na íntegra as publicações:


23/11
EXTRATO DE CONTRATO Contrato de Doação. Partes: EMG/SEC e as Bandas de Música Civis do Estado de Minas Gerais. Objeto: Doação de instrumentos musicais constantes no Anexo Único, parte integrante do contrato de Doação, fundamentado no art. 17, II, “a” da Lei nº 8.666/93, inciso XLIV do anexo único da Lei 18.692/2009 e art. 1º do Decreto Estadual nº 45.070/09, atendendo ao Programa de Apoio às Bandas de Música do Estado de Minas Gerais. Data: 30.06.2018. Signatários: Angelo Oswaldo de Araújo Santos/Secretário de Estado de Cultura e os representantes legais das seguintes instituições: 

"........Martinho Campos Corporação -  Musical Lira Santa Cecília  - SEC/AJU/033/0/18...."

13/11
PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG Termo de Ratificação. Processo Licitatório nº 069/2018 Dispensa de Licitação nº 008/2018. Objeto: Contratação de empresa especializada em Construção Civil para Prestação de Serviço de Elaboração de Projetos Arquitetônico, Elétrico, Estrutural, Hidro sanitário, Projeto de Prevenção e Combate a Incêndio e Pânico, Elaboração de Planilha Orçamentária, Cronograma Físico Financeiro e Memorial Descrito, para realização da Obra de Conservação e Restauração do Bem Invetariado sede da Banda Santa Cecília de Martinho Campos/MG. Empresa vencedora: Doxa Engenharia Ltda – ME. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal

15/11
PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Contrato nº 052/2018 que entre si celebram o Município de Martinho Campos e a empresa DOXA ENGENHARIA LTDA ME, no valor global de R$ 11.800,00 (Onze mil e oitocentos reais). Referente ao Processo Licitatório nº 069/2018 Dispensa de Licitação nº 008/2018 José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal.

Reflexão da sexta-feira/Até quando esperar?

Não é nossa culpa
Nascemos já com uma bênção
Mas isso não é desculpa
Pela má distribuição

Com tanta riqueza por aí, onde é que está
Cadê sua fração
Com tanta riqueza por aí, onde é que está
Cadê sua fração

Até quando esperar

E cadê a esmola que nós damos
Sem perceber que aquele abençoado
Poderia ter sido você
Com tanta riqueza por aí, onde é que está
Cadê sua fração
Com tanta riqueza por aí, onde é que está
Cadê sua fração

Até quando esperar a plebe ajoelhar
Esperando a ajuda de Deus
Até quando esperar a plebe ajoelhar
Esperando a ajuda de Deus

Posso
Vigiar teu carro
Te pedir trocados
Engraxar seus sapatos
Posso
Vigiar teu carro
Te pedir trocados
Engraxar seus sapatos

Sei
Não é nossa culpa
Nascemos já com uma bênção
Mas isso não é desculpa
Pela má distribuição
Com tanta riqueza por aí, onde é que está
Cadê sua fração
Até quando esperar
A plebe ajoelhar
Esperando a ajuda do divino Deus
(Plebe Rude)


quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Em dia com a Bíblia/Marcos 5


E chegaram ao outro lado do mar, à província dos gadarenos.
E, saindo ele do barco, lhe saiu logo ao seu encontro, dos sepulcros, um homem com espírito imundo;
O qual tinha a sua morada nos sepulcros, e nem ainda com cadeias o podia alguém prender;
Porque, tendo sido muitas vezes preso com grilhões e cadeias, as cadeias foram por ele feitas em pedaços, e os grilhões em migalhas, e ninguém o podia amansar.
E andava sempre, de dia e de noite, clamando pelos montes, e pelos sepulcros, e ferindo-se com pedras.
E, quando viu Jesus ao longe, correu e adorou-o.
E, clamando com grande voz, disse: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? conjuro-te por Deus que não me atormentes.
(Porque lhe dizia: Sai deste homem, espírito imundo.)
E perguntou-lhe: Qual é o teu nome? E lhe respondeu, dizendo: Legião é o meu nome, porque somos muitos.
E rogava-lhe muito que os não enviasse para fora daquela província.
E andava ali pastando no monte uma grande manada de porcos.
E todos aqueles demônios lhe rogaram, dizendo: Manda-nos para aqueles porcos, para que entremos neles.
E Jesus logo lho permitiu. E, saindo aqueles espíritos imundos, entraram nos porcos; e a manada se precipitou por um despenhadeiro no mar (eram quase dois mil), e afogaram-se no mar.
E os que apascentavam os porcos fugiram, e o anunciaram na cidade e nos campos; e saíram muitos a ver o que era aquilo que tinha acontecido.
E foram ter com Jesus, e viram o endemoninhado, o que tivera a legião, assentado, vestido e em perfeito juízo, e temeram.
E os que aquilo tinham visto contaram-lhes o que acontecera ao endemoninhado, e acerca dos porcos.
E começaram a rogar-lhe que saísse dos seus termos.
E, entrando ele no barco, rogava-lhe o que fora endemoninhado que o deixasse estar com ele.
Jesus, porém, não lho permitiu, mas disse-lhe: Vai para tua casa, para os teus, e anuncia-lhes quão grandes coisas o Senhor te fez, e como teve misericórdia de ti.
E ele foi, e começou a anunciar em Decápolis quão grandes coisas Jesus lhe fizera; e todos se maravilharam.
E, passando Jesus outra vez num barco para o outro lado, ajuntou-se a ele uma grande multidão; e ele estava junto do mar.
E eis que chegou um dos principais da sinagoga, por nome Jairo, e, vendo-o, prostrou-se aos seus pés,
E rogava-lhe muito, dizendo: Minha filha está à morte; rogo-te que venhas e lhe imponhas as mãos, para que sare, e viva.
E foi com ele, e seguia-o uma grande multidão, que o apertava.
E certa mulher que, havia doze anos, tinha um fluxo de sangue,
E que havia padecido muito com muitos médicos, e despendido tudo quanto tinha, nada lhe aproveitando isso, antes indo a pior;
Ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua veste.
Porque dizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei.
E logo se lhe secou a fonte do seu sangue; e sentiu no seu corpo estar já curada daquele mal.
E logo Jesus, conhecendo que a virtude de si mesmo saíra, voltou-se para a multidão, e disse: Quem tocou nas minhas vestes?
E disseram-lhe os seus discípulos: Vês que a multidão te aperta, e dizes: Quem me tocou?
E ele olhava em redor, para ver a que isto fizera.
Então a mulher, que sabia o que lhe tinha acontecido, temendo e tremendo, aproximou-se, e prostrou-se diante dele, e disse-lhe toda a verdade.
E ele lhe disse: Filha, a tua fé te salvou; vai em paz, e sê curada deste teu mal.
Estando ele ainda falando, chegaram alguns do principal da sinagoga, a quem disseram: A tuafilha está morta; para que enfadas mais o Mestre?
E Jesus, tendo ouvido estas palavras, disse ao principal da sinagoga: Não temas, crê somente.
E não permitiu que alguém o seguisse, a não ser Pedro, Tiago, e João, irmão de Tiago.
E, tendo chegado à casa do principal da sinagoga, viu o alvoroço, e os que choravam muito e pranteavam.
E, entrando, disse-lhes: Por que vos alvoroçais e chorais? A menina não está morta, mas dorme.
E riam-se dele; porém ele, tendo-os feito sair, tomou consigo o pai e a mãe da menina, e os que com ele estavam, e entrou onde a menina estava deitada.
E, tomando a mão da menina, disse-lhe: Talita cumi; que, traduzido, é: Menina, a ti te digo, levanta-te.
E logo a menina se levantou, e andava, pois já tinha doze anos; e assombraram-se com grande espanto.
E mandou-lhes expressamente que ninguém o soubesse; e disse que lhe dessem de comer.


sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Reflexão da sexta-feira


As pessoas humildes são as mais fortes, porque elas sabem que ainda precisam aprender muito, lutar muito, estudar muito, suar muito para conseguir alcançar o que desejam.

O humilde não se vangloria quando conquista uma vitória, pois ele sabe que fazer isso é deixar a porta aberta para a inveja e para o fracasso.

Viver de forma humilde é a maneira mais sábia de todas, porque a humildade nos ensina a aceitar os altos e baixos da vida, e que na realidade, apesar de todas as diferenças, ninguém é melhor do que ninguém.

sábado, 10 de novembro de 2018

Publicações oficiais prefeitura


6/11
PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG. Aviso de Licitação. Processo Licitatório nº 068/2018 Pregão Presencial RP nº 046/2018. Objeto: Registro de Preços para Futura e Eventual Aquisição de Impressos Gráficos. Data: 22 de Novembro de 2018 ás 9:00 horas. O Edital e seus anexos estão disponíveis no site: www.martinhocampos.mg.gov.br. Maiores informações: (37) 3524-1273. Nilson.


7/11
PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Termo de Homologação ao Processo Licitatório n° 066/2018 Pregão Presencial RP nº 044/2018 para Registro de Preços Para Futura e Eventual Aquisição de Material Médico Hospitalar com as empresas vencedoras do certame: UNILAB COMERC. DE PROD. CIRURGICOS LTDA ME, ROCHA COMÉRCIO LTDA EPP, ALTS COM. DE MAT. E EQUIP. HOSPITALARES EIRELI EPP e CIRÚRGICA ALIANÇA PROD. HOSPITALARES LTDA EPP. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal. 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG. Termo de Homologação. Processo Licitatório nº 064/2018 Pregão Presencial RP nº 043/2018. Objeto: Registro de Preços para Futura e Eventual Aquisição de Material/Equipamentos Médico Hospitalar. Empresas vencedoras: Almed Ltda – EPP, Alts Com. de Materiais e Equipamentos Hospitalares Eirel EPP, Atuante Comercial Ltda – ME, Emenalli Medical Ltda EPP, Procir Produtos para Saúde Ltda ME. 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Primeiro Termo Aditivo a Ata de Registro de Preços nº 081/2018 referente ao Processo Licitatório nº 028/2018 Pregão Presencial RP nº 020/2018, firmado com a empresa LUMAR COMÉRCIO DE PRODUTOS FARM. LTDA. Fica reajustado o valor do Item 18 (DIPIRONA 500 MG AMP. 2 ML ) para R$ 0,52 ( Cinquenta Dois Centavos). José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal.


10/11
PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG Ata de Registro de Preços nº 128/2018 firmada com a empresa UNILAB COMÉRC. DE PROD. CIRÚRGICOS LTDA ME no valor global de R$ 181.014,00 (Cento e oitenta um mil e catorze reais), referente ao Processo Licitatório nº 066/2018 Pregão Presencial RP nº 044/2018. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal.

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Ata de Registro de Preços nº 129/2018 firmada com a empresa ALTS COM. DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS HOSPITALARES EIRELI EPP no valor global de R$ 550,00 (Quinhentos e cinquenta reais), referente ao Processo Licitatório nº 066/2018 Pregão Presencial RP nº 044/2018. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal. 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Ata de Registro de Preços nº 130/2018 firmada com a empresa CIRÚRGICAALIANÇA PRODUTOS HOSPITALARES LTDA EPP no valor global de R$ 930,00 (Novecentos e trinta reais), referente ao Processo Licitatório nº 066/2018 Pregão Presencial RP nº 044/2018. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal. 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Ata de Registro de Preços nº 131/2018 firmada com a empresa ROCHA COMÉRCIO LTDA EPP no valor global de R$ 11.320,00 (Onze mil e trezentos e vinte reais), referente ao Processo Licitatório nº 066/2018 Pregão Presencial RP nº 044/2018. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal. 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG Ata de Registro de Preços nº 123/2018 firmada com a empresa ALMED LTDA EPP no valor global de R$ 69.282,50 (Sessenta e nove mil duzentos e oitenta e dois reais e cinquenta centavos), referente ao Processo Licitatório nº 064/2018 Pregão Presencial RP nº 043/2018. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal. 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Ata de Registro de Preços nº 124/2018 firmada com a empresa ALTS COM. DE MATERIAIS E EQUIPAMENTOS HOSPITALARES EIRELI EPP no valor global de R$ 25.691,60 (Vinte e cinco mil seiscentos e noventa um reais e sessenta centavos), referente ao Processo Licitatório nº 064/2018 Pregão Presencial RP nº 043/2018. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal. 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Ata de Registro de Preços nº 125/2018 firmada com a empresa ATUANTE COMERCIAL LTDA-ME no valor global de R$ 5.080,00 (Cinco mil e oitenta reais), referente ao Processo Licitatório nº 064/2018 Pregão Presencial RP nº 043/2018. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal. 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Ata de Registro de Preços nº 126/2018 firmada com a empresa EMENALLI MEDICAL LTDA EPP no valor global de R$ 63.582,83 (Sessenta e três mil quinhentos e oitenta e dois reais e oitenta e três centavos), referente ao Processo Licitatório nº 064/2018 Pregão Presencial RP nº 043/2018. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal. 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Ata de Registro de Preços nº 127/2018 firmada com a empresa PROCIR PRODUTOS PARA SAÚDE LTDA ME no valor global de R$ 66.844,90 (Sessenta e seis mil oitocentos e quarenta e quatro reais e noventa centavos), referente ao Processo Licitatório nº 064/2018 Pregão Presencial RP nº 043/2018. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal. 

PREFEITURA MUNICIPAL DE MARTINHO CAMPOS/MG: Ata de Registro de Preços nº 132/2018 firmada com a empresa MUNDIAL CIRÚRGICA COMÉRCIO DE MAT. MÉDICO E HOSP. EIRELI no valor global de R$ 17.578,70 (Dezessete mil quinhentos e setenta e oito reais e setenta centavos), referente ao Processo Licitatório nº 064/2018 Pregão Presencial RP nº 043/2018. José Hailton de Freitas – Prefeito Municipal.

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Causo da prima Dorothéia

Geriovaldo (herói da Badia) palestrando para uma turma da escola de Ibitira, meados de 1989:

___ Aí galerinha bonita, vou contar um causo da saudosa prima Dorothéia:

Após um acidente de carro, aquela senhora é levada as pressas à UTI. Em estado de coma, ela encontra-se com São Pedro.

- Nossa... eu morri? - pergunta ela.

- Qual o seu nome?

- Dorothéa de Jesus!

- Não... ainda não! - responde ele, em tom benevolente. - De acordo com a sua ficha, você deverá morrer daqui a 12 anos, 4 meses e 14 dias.

Assim que ela se recuperou e sabendo o tempo que lhe restava neste mundo, ela decidiu mudar de vida e internou-se numa Clínica para fazer uma plástica. Desenrugou o rosto, colocou silicone nos seios, fez lipo na cintura, encurtou o nariz etc...

Ao sair da Clínica, exalando felicidade por todos os poros, ela vai atravessar a rua e... pimba! É atropelada por um caminhão!

Novamente diante de São Pedro, ela reclama:

- Pôxa, mas você não tinha me dito que eu ainda iria viver 12 anos, 4 meses e 14 dias?

- Qual o seu nome?

- Dorothéa de Jesus!

- Desculpe, mas eu juro que não a reconheci!
Rs rsrsrsrsrsrsrsr

Reflexão da sexta-feira

Quem deseja ver o arco-íris, precisa aprender a gostar da chuva.
(Paulo Coelho)

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Em dia com a Bíblia/Marcos 4


E outra vez começou a ensinar junto do mar, e ajuntou-se a ele grande multidão, de sorte que ele entrou e assentou-se num barco, sobre o mar; e toda a multidão estava em terra junto do mar.
E ensinava-lhes muitas coisas por parábolas, e lhes dizia na sua doutrina:
Ouvi: Eis que saiu o semeador a semear.
E aconteceu que semeando ele, uma parte da semente caiu junto do caminho, e vieram as aves do céu, e a comeram;
E outra caiu sobre pedregais, onde não havia muita terra, e nasceu logo, porque não tinha terra profunda;
Mas, saindo o sol, queimou-se; e, porque não tinha raiz, secou-se.
E outra caiu entre espinhos e, crescendo os espinhos, a sufocaram e não deu fruto.
E outra caiu em boa terra e deu fruto, que vingou e cresceu; e um produziu trinta, outro sessenta, e outro cem.
E disse-lhes: Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.
E, quando se achou só, osque estavam junto dele com os doze interrogaram-no acerca da parábola.
E ele disse-lhes: A vós vos é dado saber os mistérios do reino de Deus, mas aos que estão de fora todas estas coisas se dizem por parábolas,
Para que, vendo, vejam, e não percebam; e, ouvindo, ouçam, e não entendam; para que não se convertam, e lhes sejam perdoados os pecados.
E disse-lhes: Não percebeis esta parábola? Como, pois, entendereis todas as parábolas?
O que semeia, semeia a palavra;
E, os que estão junto do caminho são aqueles em quem a palavra é semeada; mas, tendo-a eles ouvido, vem logo Satanás e tira a palavra que foi semeada nos seus corações.
E da mesma forma os que recebem a semente sobre pedregais; os quais, ouvindo a palavra, logo com prazer a recebem;
Mas não têm raiz em si mesmos, antes são temporãos; depois, sobrevindo tribulação ou perseguição, por causa da palavra, logo se escandalizam.
E outros são os que recebem a semente entre espinhos, os quais ouvem a palavra;
Mas os cuidados deste mundo, e os enganos das riquezas e as ambições de outras coisas, entrando, sufocam a palavra, e fica infrutífera.
E estes são os que foram semeados em boa terra, os que ouvem a palavra e a recebem, e dão fruto, um trinta, e outro sessenta, e outro cem.
E disse-lhes: Vem porventura a candeia para se meter debaixo do alqueire, ou debaixo da cama? não vem antes para se colocar no velador?
Porque nada há encoberto que não haja de ser manifesto; e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto.
Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça.
E disse-lhes: Atendei ao que ides ouvir. Com a medida com que medirdes vos medirão a vós, e ser-vos-á ainda acrescentada a vós que ouvis.
Porque ao que tem, ser-lhe-á dado; e, ao que não tem, até o que tem lhe será tirado.
E dizia: O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente à terra.
E dormisse, e se levantasse de noite ou de dia, e a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como.
Porque a terra por si mesma frutifica, primeiro a erva, depois a espiga, por último o grão cheio na espiga.
E, quando já o fruto se mostra, mete-se-lhe logo a foice, porque está chegada a ceifa.
E dizia: A que assemelhare-mos o reino de Deus? ou com que parábola o representaremos?
É como um grão de mostarda, que, quando se semeia na terra, é a menor de todas as sementes que há na terra;
Mas, tendo sido semeado, cresce; e faz-se a maior de todas as hortaliças, e cria grandes ramos, de tal maneira que as aves do céu podem aninhar-se debaixo da sua sombra.
E com muitas parábolas tais lhes dirigia a palavra, segundo o que podiam compreender.
E sem parábolas nunca lhes falava; porém, tudo declarava em particular aos seus discípulos.
E, naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes: Passemos para o outro lado.
E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia também com ele outros barquinhos.
E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia.
E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos?
E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança.
E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé?
E sentiram um grande temor, e diziam uns aos outros: Mas quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem?


Momento nostalgia/Pique-esconde

Quando o sereno começava a cair sobre a noite fresca, aqui na Badia de outrora (anos 70), a garotada começava seu brinquedo de pique-esconde na praça da matriz. Garotos simples e educados (mais custosos) se escondendo atrás dos flamboyants, da igreja , debaixo dos bancos, dentro da fonte etc. Muito bom aquele tempo, onde as brincadeiras eram sadias e educativas.
Certa feita um amigo se escondeu dentro daquele arbusto que havia em toda a extensão da praça (que hoje já não existem mais) e lá permaneceu até os companheiros desistirem de achá-lo. Foi o campeão da época (mas saiu todo arranhado de lá rsrsrs).
E para lembrar ainda mais daqueles bons tempos, vamos ouvir dois sucessos da época.
Agora a nacional

Aff desse Geriowaldo - herói da Badia

Dois amigos e compadres (Geriowaldo - herói da Badia - e Zé Cagueiteira) voltavam do culto, levando a palavra de Deus de porta em porta e chegaram em uma casa que tinha um cachorrão daqueles pit bulls. Com a agitação do cachorro a corrente que o segurava arrebentou e ele foi pra cima dos amigos, o Geriowaldo que tinha muita fé se ajoelhou e falou:

- Tá amarrado em nome de Jesus!

E o Zé Cagueiteira que não tinha muita fé falou:

- Tá amarrado o quê? Corre disgrama senão ele te pega!


Força x Coragem / Reflexão da sexta-feira


É preciso ter força para ser firme,
mas é preciso coragem para ser gentil.É preciso ter força para se defender,
mas é preciso coragem para baixar a guarda.É preciso ter força para ganhar uma guerra,
mas é preciso coragem para se render.É preciso ter força para estar certo,
mas é preciso coragem para ter dúvida.É preciso ter força para manter-se em forma,
mas é preciso coragem para ficar de pé.É preciso ter força para sentir a dor de um amigo,
mas é preciso coragem para sentir as próprias dores.
É preciso ter força para esconder os próprios males,
mas é preciso coragem para demonstrá-los.

É preciso ter força para suportar o abuso,
mas é preciso coragem para fazê-lo parar.

É preciso ter força para ficar sozinho,
mas é preciso coragem para pedir apoio.

É preciso ter força para amar,
mas é preciso coragem para ser amado.

É preciso ter força para sobreviver,
mas é preciso coragem para viver.