abadiaemfoco

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Asilo receberá verba estadual

Foi puiblicado nesta quarta(29/11)  a resolução que trata do auxílio ao nosso Asilo Vicentino, no valor de R$30.000,00.


Veja , na íntegra, a publicação:


RESOLUÇÃO SEDESE N.º 48, DE 28 DE NOVEMBRO DE 2017.
Estabelece o repasse de recurso financeiro destinado às entidades socioassistenciais contempladas por incentivo financeiro do Programa de Aprimoramento da Rede Socioassistencial do Sistema Único de Assistência Social – Suas – Programa Rede Cuidar, instituído pela Lei Estadual nº 22.597 2017. A SUBSECRETÁRIA DE ESTADO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, no uso das atribuições legais que lhe foram delegadas pela Resolução da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social – Resolução SEDESE nº 05, de 10 de fevereiro de 2017, art. 3º, inciso III, considerando o disposto na Lei nº 22.597, de 19 de julho de 2017, no Decreto nº 47.288, de 11 de novembro de 2017, art. 26, e considerando:
.................................................................................................................................................
.................................................................................................................................................
RESOLVE: Art. 1º - Estabelecer, em conformidade com o disposto no art. 26 do Decreto nº 47.288, de 2017, o repasse de recursos financeiros para as entidades socioassistenciais listadas no Anexo Único desta Resolução, selecionadas com base nos critérios de elegibilidade pactuados pela Comissão Intergestores Bipartite, conforme Resolução CIB n°05/2017, de 7 de julho de 2017, e deliberados pelo Conselho Estadual de Assistência Social, conforme Resolução CEAS/MG nº 602, de 20 de julho de 2017, contempladas pelo incentivo financeiro do Bloco I do Programa de Aprimoramento da Rede Socioassis- tencial do Sistema Único de Assistência Social – Suas – Programa Rede Cuidar, instituído pela Lei nº 22.597, de 19 de julho de 2017. §1º – Para a execução das ações de que trata o caput deste artigo será destinado o valor total de R$ 5.250.000,00 à conta das dotações orçamentárias: - 4251.08.244.114.4585.0001-33504301-60.2 - 4251.08.244.114.4585.0001-33504301-10.4 §2º – O repasse dos recursos financeiros de que trata o parágrafo anterior será realizado em parcela única, no valor de R$ 30.000,00 (trinta mil reais) para cada unidade socioassistencial contemplada, conforme estabelecido na Resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) nº 05/2017 e na Reso- lução do CEAS/MG nº 602, de 20 de julho de 2017. Art. 2º – O repasse dos valores de que trata esta Resolução está condicionado a aceite ao termo de adesão nos termos do art. 26 do Decreto nº 47.288/17 e o atendimento aos requisitos expressos no art. 9º do Decreto nº 47.288/17. Art. 3º– A parceria vigorará a partir da data da publicação desta resolução, com vigência de 12 meses. Art 4º - A utilização dos recursos repassados a título de incentivo financeiro será monitorada e avaliada pela Sedese por meio de instrumento de monitoramento e avaliação que comporá o Sistema Rede Cuidar, vinculado ao plano de aprimoramento, sem prejuízo do uso de instrumentos de monitora- mento e prestação de contas já existentes no Suas. Parágrafo único – Excepcionalmente, o processo de acompanhamento, controle e avaliação poderá ser realizado por meio físico. Art. 5º – Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

93/2017 Martinho Campos Unidade de Acolhimento Asilo Vicentino de Martinho Campos 20876108000150 3140503301688

O "Bisa" do Geriowaldo

O bisavô do Geriowaldo (herói da Badia) era parente do Santos Dumont. E trabalhou naquele aeroporto lá de belzonte durante alguns anos até morrer. veja como foi:
Certo dia ele vai limpar a cabine de um avião e encontra um livro com o título "Como Pilotar Um Avião - Volume 1". Ele curioso abre a página 1 e vê escrito:
"Para ligar o avião pressione o botão vermelho".
Não conseguindo conter a curiosidade ele aperta o botão vermelho e o avião começa a fazer o barulho do motor.
Na página 2 ele lê:
"Para movimentar o avião pressione o botão azul."
A curiosidade é enorme, ele aperta o botão azul e o avião começa a voar.
O "bisa" do Geriowaldo fica muito animado por conseguir fazer tão facilmente o avião voar. Após alguns minutos de voo ele começa a passar as páginas e desmaia ao encontrar escrito na última página:
"Para aprender a aterrissar o avião compre o nosso Volume 2 nas melhores livrarias."

Eclesiástico 47/Em dia com a Bíblia


"1.Depois disto (levantou-se Natã, profeta) no tempo de Davi. 2.Assim como a gordura (da vitamina) se separa da carne, assim foi Davi separado do meio dos israelitas. 3.Ele brincou com os leões como se fossem cordeiros, e tratou os ursos como cordeirinhos. 4.Não foi ele quem, em sua mocidade, matou o gigante, e tirou a vergonha do seu povo? 5.Levantando a mão, com uma pedra de sua funda abateu a insolência de Golias, 6.pois ele invocou o Senhor todo-poderoso, o qual deu à sua destra força para derrubar o temível guerreiro, e para levantar o poder do seu povo. 7.Assim, foi ele festejado por causa (da morte) de dez mil homens. Louvaram-no nas bênçãos do Senhor, e ofereceram-lhe uma coroa de glória, 8.porque ele esmagou os inimigos de todos os lados, exterminou u os filisteus, seus adversários, (como se vê) ainda hoje, e abateu o seu poder para sempre. 9.Fez de todas as suas obras uma homenagem ao Santo e ao Altíssimo com palavras de louvor. 10.Louvor ao Senhor com todo o coração. Amou a Deus que o criou, e lhe deu poder contra seus inimigos. 11.Estabeleceu cantores diante do altar, e compôs suaves melodias para os seus cânticos. 12.Deu esplendor às festividades, e brilho aos dias solenes, até o fim da vida, para que fosse louvado o santo nome do Senhor, e fosse glorificada desde o amanhecer a santidade de Deus. 13.O Senhor purificou-o de seus pecados, engrandeceu o seu poder para sempre, e firmou-lhe, por sua aliança, a realeza e um trono de glória em Israel. 14.Depois dele, apareceu seu filho, cheio de sabedoria; por causa dele o Senhor derrubou todo o poder dos inimigos. 15.Salomão reinou em dias de paz. Deus submeteu a ele todos os seus inimigos, 16.a fim de que ele construísse uma casa ao nome do Senhor, e lhe preparasse um santuário eterno. Quão bem foste instruído na tua juventude! Foste cheio de sabedoria como um rio. Tua alma cobriu toda a terra. 17.Encerraste enigmas em sentenças, teu nome foi glorificado até nas ilhas longínquas, e foste amado na tua paz. 18.Por teus cânticos, provérbios, parábolas e interpretações, foste admirado por toda a terra. 19.Em nome do Senhor Deus, que é chamado o Deus de Israel, 20.ajuntaste montes de ouro como se fosse bronze, amontoaste prata como se faz com o chumbo. 21.Entregaste teus flancos às mulheres, saciaste teu corpo, 22.maculaste tua glória, profanaste tua raça, atraindo assim a cólera sobre teus filhos, e o castigo sobre tua loucura, 23.causando com isso um cisma no reino, e fazendo sair de Efraim uma dominação rebelde. 24.Mas Deus não esqueceu a sua misericórdia, não destruiu nem aniquilou as suas obras; não arrancou pela raiz a posteridade de seu eleito, não exterminou a raça daquele que ama o Senhor. 25.Ao contrário, deixou um resto a Jacó, e a Davi um rebento de sua raça. 26.E Salomão teve um fim semelhante ao de seus pais. 27.Deixou depois de si um filho que foi a loucura da nação, 28.um homem desprovido de juízo, chamado Roboão, que transviou o povo por seu conselho. 29.E Jeroboão, filho de Nabat, que fez Israel pecar, e abriu para Efraim o caminho da iniqüidade. Houve entre eles uma profusão de pecados, 30.que os expulsaram para longe de sua terra. 31.Procuraram todos os meios de fazer o mal, até que veio a vingança, que pôs um termo às suas iniqüidades." 


Um dedo de prosa política

O cenário político nacional vai se delineando para o famigerado ano de 2018 onde teremos eleições presidenciais, para o legislativo federal e dos estados, além de governadores.
Aparece em destaque o poder da mídia, a viralização de alguns candidatos e a propaganda embutida nas falas de muitos brasileiros propensos a algum cargo eletivo.
Podemos dizer que será um ano atípico na política, pois temos agora um desfecho muito grande da operação lava-jato e com isso vários partidos já se tornam inviáveis ao gosto do eleitor.
Tamanha é a corrupção apurada que, certamente, atingirá as urnas em outubro próximo. 
Para nós, simples (porém importantíssimos) eleitores o cenário é fácil de se ver e se analisar. Ou votamos em "ficha limpa", ou teremos muitos casos de "lava-jato" pelos próximos quatro anos.
Embora falte quase um ano para o próximo pleito, temos que ficar atentos nas jogadas políticas, nas maracutaias partidárias e em conchaves duvidosos. O Brasil não pode continuar nesse mar de lama da corrupção.

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Momento Nostalgia/Montagem da árvore de Natal

Nesta época de fim de ano, a turminha ficava mais animada. Abadia era puro barro das águas de novembro, mas o espírito natalino já se colocava à frente dos anseios da população, naquela que, certamente, foi a melhor época de nossas vidas.
Em cada casa, desde as maiores até as mais pequenas, começava a montagem das árvores de Natal. Procedimento até hoje vivo em muitos lares cristãos.
Era bom e alegre de fazer, porém trabalhoso. Buscávamos um galho seco nas matas das redondezas e colocávamos numa lata com terra ou serragem, para fixar o mesmo. Depois vínhamos com algodão, tintas, bolas de variados tamanhos e diversos enfeites natalinos para decorar nossa árvore.
E ali, num canto da sala ela ficada ornamentando o local e só era retirada no dia 06 de janeiro, conforme a tradição.
Para lembrar daqueles tempos felizes, vamos ouvir dois grandes sucessos da época.


Agora a nacional



Reflexão da sexta-feira


Durante a nossa vida:
Conhecemos pessoas que vêm e que ficam,
Outras que vêm e passam.
Existem aquelas que,
Vêm, ficam e depois de algum tempo se vão.
Mas existem aquelas que vêm e se vão com uma enorme vontade de ficar...
(Chaplin)

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Eclesiástico 46/Em dia com a Bíblia


"1.Josué, filho de Nun, foi um valente na guerra. Sucedeu Moisés entre os profetas; foi ilustre, tão ilustre como o nome que trazia, 2.muito ilustre salvador dos eleitos de Deus, para derrubar os inimigos que se levantavam, e para conquistar a herança de Israel. 3.Que glória não alcançou ele em levantar as suas mãos, e em brandir a espada contra as cidades! 4.Quem pôde enfrentá-lo? Pois o Senhor mesmo lhe trazia os seus inimigos. 5.Não deteve ele o sol, em sua cólera? Não se tornou um só dia tão longo como dois? 6.Ele invocou o Altíssimo todo-poderoso, atacando os inimigos de todos os lados: o Deus grande e santo o atendeu com uma chuva de pedras de grande força. 7.Investiu impetuosamente contra as hostes inimigas, e despedaçou-as na descida do vale, 8.para que as nações conhecessem o poder de Deus, e soubessem que não é fácil combater contra Deus, ele seguiu sempre o Todo-poderoso. 9.No tempo em que Moisés ainda vivia, praticou um ato de piedade com Caleb, filho de Jefoné, permanecendo firme contra o inimigo, impedindo o povo de pecar, e abafando a murmuração excitada pela malícia. 10.Dentre um número de seiscentos mil homens de pé, esses dois foram escolhidos e poupados da morte, para levar o povo à sua herança, nessa terra onde mana leite e mel. 11.O Senhor deu força a Caleb; até a velhice permaneceu ele vigoroso, para subir a um lugar elevado na terra (prometida), que a sua descendência recebeu como herança, 12.para que todos os israelitas reconhecessem que é bom obedecer ao Deus santo. 13.Em seguida, vieram os juízes, cada um (designado) pelo seu nome, aqueles cujos corações não se perverteram, e que não se afastaram do Senhor. 14.Que a sua memória seja abençoada, e seus ossos floresçam em seus sepulcros! 15.Que seu nome permaneça eternamente, e passe aos seus filhos com a glória desses santos homens! 16.Amado pelo Senhor seu Deus, Samuel, o profeta do Senhor, instituiu um novo governo, e ungiu príncipes entre o seu povo. 17.Julgou a assembléia segundo a lei do Senhor. E o Deus de Jacó o visitou. Por sua fidelidade ele se mostrou verdadeiramente profeta, 18.e foi fiel em suas palavras, porque viu o Deus da luz. 19.Invocou o Deus todo-poderoso, ofereceu-lhe um cordeiro sem mácula, quando os seus inimigos o perseguiam por todos os lados. 20.O Senhor trovejou do céu, fazendo ouvir sua voz com grande estrondo. 21.Destroçou os príncipes de Tiro, e todos os chefes dos filisteus. 22.Antes de terminar a sua vida neste mundo, tomou como testemunha o Senhor e seu Cristo, de que não tinha recebido dinheiro de pessoa alguma, nem mesmo uma sandália, e não achou ninguém que o acusasse. 23.Depois disso, adormeceu e apareceu ao rei, e lhe mostrou seu fim (próximo); levantou a sua voz do seio da terra para profetizar a destruição da impiedade do povo." 



Boa notícia para o Asilo Vicentino de Martinho Campos

O asilo agora faz parceria com o Estado na Rede Cuidar (SUAS). Veja a publicação na íntegra, de hoje 23/11 de 2017 no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais. 

"RESOLUÇÃO SEDESE N.º 47, DE 17 DE NOVEMBRO DE 2017. Publiciza as parcerias celebradas para participação de entidades socioassistenciais no eixo incentivo financeiro do Programa de Aprimoramento da Rede Socioassistencial do Sistema Único de Assistência Social - Suas – Programa Rede Cuidar, instituído pela Lei nº 22.597, de 19 de julho de 2017. A SECRETÁRIA DE ESTADO DE TRABALHO E DESENVOLVIMENTO SOCIAL, no uso das atribuições legais que lhe conferem a Constituição do Estado de Minas Gerais, artigo 93, §1º, inciso III e considerando o disposto na Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, artigo 37 e na Lei nº 22.597, de 19 de julho de 2017, artigo 14, RESOLVE: Art. 1º - Publicizar as parcerias celebradas para participação de entidades socioassistenciais no Bloco I do Programa de Aprimoramento da Rede Socioassistencial do Sistema Único de Assistência Social - Suas – Programa Rede Cuidar, identificadas no Anexo Único desta Resolução. Art. 2° - Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.
....
93 Não Governamental 93/2017 Martinho Campos Unidade de Acolhimento Asilo Vicentino de Martinho Campos 20876108000150 3140503301688 Aprovado Divinópolis Oeste"

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Geriowaldo em Goiás!

Os dois inseparáveis amigos, Geriowaldo e Zé Cagueiteira chegam a uma cidadezinha de Goiás, em uma tarde chuvosa e resolvem ir à zona, mas não sabem onde é. Saem pela rua a procura de alguém para perguntar, e encontram um padre, um diz ao outro:
- Não podemos perguntar isso ao padre.
O outro responde:
- Deixa comigo.
- Ola padre, sua benção, queremos ir à missa e não sabemos onde é a igreja!
- Deus abençoe meus filhos, a igreja é na rua de cima três quarteirões para o lado sul.
- Nossa padre! A igreja é perto da zona?
- Não meu filho, a zona é na rua de baixo, cinco quarteirões para o lado norte.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Reflexão da sexta-feira


Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Em dia com a Bíblia/Eclesiástico 45


"1.Moisés foi amado por Deus e pelos homens: sua memória é abençoada. 2.O Senhor deu-lhe uma glória semelhante à dos santos; tornou-se poderoso e temido por seus inimigos. 3.Glorificou-o na presença dos reis, prescreveu-lhe suas ordens diante do seu povo, e mostrou-lhe a sua glória. 4.Santificou-o pela sua fé e mansidão, escolheu-o entre todos os homens. 5.Pois (Deus) atendeu-o, ouviu sua voz e o introduziu na nuvem. 6.Deu-lhe seus preceitos perante (seu povo) e a lei da vida e da ciência, para ensinar a Jacó sua aliança e a Israel seus decretos. 7.Exaltou seu irmão Aarão, semelhante a ele, da tribo de Levi. 8.Fez com ele uma aliança eterna, deu-lhe o sacerdócio do seu povo, e cumulou-o de felicidade e de glória. 9.Adornou-o com um cinto de honra, revestiu-o de um manto de glória, coroou-o com todo esse aparato majestoso. 10.Deu-lhe a longa túnica, a túnica inferior e o efod, cujas bordas eram ornadas de numerosas campainhas, 11.que deviam retinir, quando ele andasse, e se ouvisse o seu som no templo, para advertir os filhos de seu povo. 12.Deu-lhe uma túnica santa, tecida de ouro, de pedras preciosas e de púrpura, obra de um homem sábio, dotado de juízo e de verdade. 13.Era uma obra de artista, de fio de escarlate, com doze pedras preciosas engastadas no ouro, gravadas pelo trabalho do lapidador, em memória das doze tribos de Israel. 14.Sobre sua tiara colocou uma coroa de ouro, onde estava gravado o cunho da santidade, da glória e da honra; era uma obra majestosa, adorno que encantava os olhos. 15.Nunca antes dele houve coisa tão magnífica, desde o princípio do mundo. 16.Nenhum estranho dele se revestiu, mas somente os seus filhos, e os filhos de seus filhos no decorrer dos tempos. 17.Os sacrifícios foram diariamente consumidos pelo fogo. 18.Moisés o investiu e o ungiu com o óleo santo. 19.Deus fez com ele e com sua raça uma aliança eterna, que durará tanto quanto os dias do céu, para exercer o sacerdócio, para cantar os louvores do Senhor, e abençoar solenemente o seu povo em seu nome. 20.Escolheu-o entre todos os viventes para oferecer a Deus o sacrifício, o incenso e o perfume da lembrança, e para fazer a expiação em favor do seu povo. 21.Deu-lhe autoridade sobre seus preceitos, e sobre as disposições dos seus julgamentos, para ensinar a Jacó seus mandamentos, e explicar sua lei a Israel. 22.Estrangeiros conspiraram contra ele; por inveja, homens o cercaram no deserto, que eram do partido de Datã e Abiron, e da facção furiosa de Coré. 23.Viu isso o Senhor, e não lhe agradou, e foram destruídos pela impetuosidade de sua cólera. 24.Fez prodígios contra eles, e a chama de seu fogo os devorou. 25.Aumentou ainda mais a glória de Aarão: deu-lhe uma herança, destinou-lhe as primícias dos frutos da terra. 26.Antes de tudo, preparou-lhes alimento em abundância, pois devem comer os sacrifícios do Senhor, os quais deu a ele e à sua posteridade. 27.Mas ele não tem herança na terra das nações, não tem porção entre seu povo, pois (o Senhor) mesmo é o quinhão de sua herança. 28.Finéias, filho de Eleazar, é o terceiro em glória. Ele imitou (Moisés) no temor do Senhor. 29.Permaneceu firme no meio da idolatria do povo; por sua bondade e o zelo de sua alma, apaziguou a ira de Deus contra Israel. 30.É por isso que Deus fez com ele uma aliança de paz, e deu-lhe o principado das coisas santas e do seu povo, a fim de que a ele e a seus descendentes pertencesse para sempre a dignidade sacerdotal. 31.Fez também Deus aliança com o rei Davi, filho de Jessé, da tribo de Judá; tornou-o herdeiro do reino, ele e sua raça, para derramar a sabedoria no nosso coração, e julgar o seu povo com justiça, a fim de que não se perdessem os seus bens: tornou eterna a sua glória no seio de sua raça." 


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Reflexão da sexta-feira


Todos nós desejamos ajudar uns aos outros. Os seres humanos são assim. Desejamos viver para a felicidade do próximo - não para o seu infortúnio. Por que havemos de odiar e desprezar uns aos outros? Neste mundo há espaço para todos. A terra, que é boa e rica, pode prover a todas as nossas necessidades. 
O caminho da vida pode ser o da liberdade e da beleza, porém nos extraviamos. A cobiça envenenou a alma dos homens, levantou no mundo as muralhas do ódio e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e os morticínios. Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco. Mais do que de máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que de inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência e tudo será perdido. 
A aviação e o rádio nos aproximou. A própria natureza dessas coisas é um apelo eloqüente à bondade do homem, um apelo à fraternidade universal, a união de todos nós. Neste mesmo instante a minha voz chega a milhares de pessoas pelo mundo afora. Milhões de desesperados: homens, mulheres, criancinhas, vítimas de um sistema que tortura seres humanos e encarcera inocentes. Aos que podem me ouvir eu digo: não desespereis! A desgraça que tem caído sobre nós não é mais do que o produto da cobiça em agonia, da amargura de homens que temem o avanço do progresso humano. Os homens que odeiam desaparecerão, os ditadores sucumbem e o poder que do povo arrebataram há de retornar ao povo. Sei que os homens morrem, mas a liberdade não perecerá jamais.
(Charles Chaplin)


quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Momento Nostalgia/Mês de finados

Lembro-me bem de nossa época de criança aqui na Badia, de tempos áureos. Principalmente nos meses finais do ano, em que a chuva transborda trazendo esperança para todos.
A turma do bairro "cemitério", onde eu morava, se reunia toda tarde para jogar "peladinha" na praça da "Oficina do Becão e da Sapataria do Soquim" até quando o sol se escondia no horizonte, trazendo a luz do luar para enfeitar nosso céu.
Naquele momento parávamos o jogo e sentávamos próximo a um  carro velho que ficava ali (em frente à Cruz) para conversarmos e marcar novas brincadeiras para o dia seguinte.
No mês de novembro o movimento era mais intenso devido às visitas das pessoas aos seus entes que partiram para junto de Deus. 
Hoje, com saudades, lembro-me bem daquela época. Assim é a vida!
E para lembrar ainda mais , vamos ouvir dois sucessos do passado, de presente para todos!


Agora a nacional




Poder público trabalhando

O Caminhão da Secretaria Estadual de Saúde , para Prevenção e controle do Câncer de Mama, se encontra já há alguns dias em nossa cidade, realizando exames para nossa comunidade.
Ele fica na Praça da Matriz e todos que o procuram são bem atendidos.
Uma boa iniciativa da Prefeitura Municipal de Martinho Campos, por intermédio de sua Secretaria Municipal de Saúde!
Parabéns aos responsáveis por este serviço de utilidade pública tão importante!

Um sofá à margem da MG164

Naquela via, sentido Bom Despacho, há um sofá jogado na margem da estrada. Um sofá claro, porém usado e velho, tombado junto ao arbusto!
Quantas vidas ali sentaram, quantos momentos tristes e felizes ali viveram, quanta história aquele sofá teria para contar.
Agora ele fica ao sabor do tempo, sob chuva e sob sol, aguardando um destino incerto, como todo objeto deixado ao relento.
Cada um que passa julga o porquê dele ali estar. Uns criticam o local  em que fora jogado; outros acham engraçado; e mais alguns se assutam com a cena. Eu porém, vejo ali um pouco da triologia existencial: O homem, a natureza e Deus!

O segredo do Hotel Abadia

Em tempos idos, aqui na Badia, havia um hotel com o nome do vilarejo : Hotel Abadia!
Certa vez, um cliente, chegando da capital "Bitira" foi ao hotel e perguntou ao proprietário:
- O quarto 33 está vazio?
O dono do hotel respondeu que sim, estava vazio e o cliente perguntou se poderia apenas reservar para uma noite. O dono respondeu que sim, mas antes de subir, o cliente fez um pedido ao proprietário:
- Uma faca preta e uma linha de seda branca de 33 cm de comprimento e uma laranja pesando 66 gramas.
O dono admirou-se pelos estranhos pedidos mas os providenciou. Por coincidência o quarto do dono do hotel ficava no andar debaixo do quarto 33 e depois da meia-noite ele escutou sons muito estranhos como se fossem animais, e vozes! Sentiram-se sons abafados de alguém batendo. De manhã e antes de o cliente sair o proprietário do hotel pediu para verificar o quarto mas encontrou tudo impecável. O fio de seda e a faca preta na mesa, a laranja inteira, e tudo no lugar. O cliente pagou a conta da noite a dobrar e também deu mais gorjeta do que os outros clientes.
Passou-se um ano e o dono do hotel esqueceu-se do assunto. A 1 de março do ano seguinte ficou surpreso com o mesmo homem! Quando o viu, ele lembrou-se do que tinha acontecido no ano anterior. O cliente voltou a solicitar o quarto 33, uma faca negra, um fio de seda de 33 cm e uma laranja de 66 gramas. O dono do hotel decidiu ficar acordado para ver se descobria tal mistério. Após a meia-noite, começaram os mesmos sons que tinha ouvido no ano anterior, mas desta vez mais alto. Pela manhã o cliente saiu e pagou a conta a dobrar e deu uma boa gorjeta. O proprietário do hotel ficou ainda mais intrigado! E a escolha do quarto 33? E a faca preta? E o peso da laranja? E o comprimento da linha de seda?
Ao longo do ano ele esperou, ansioso, pelo mês de março. E na manhã do dia 1 de março, pelo terceiro ano consecutivo, lá apareceu o cliente e pediu as mesmas coisas. O dono do hotel ficou acordado, disposto a descobrir o mistério, mas sem resultados... os mesmos sons foram ouvidos sempre com maior intensidade. Pela manhã antes do cliente sair, quando veio pagar a conta, o dono do hotel disse que queria saber o que se passava. O cliente respondeu:
- Se eu lhe disser o segredo promete não contar a ninguém?
O proprietário do hotel disse:
- Eu prometo, não falo a ninguém, não importa o que me disser!
E de fato, o dono do hotel Abadia não contou a ninguém... ninguém, até hoje, sabe o que se passou. Nem eu sei o segredo e estou morrendo de curiosidade!

O Brasil tem jeito, depende de nós!

A bandeira da política novamente acena para nós como um aviso para a reflexão e o discernimento ético para que o Brasil retome os trilhos já no início de 2019.
A um ano para as eleições presidenciais ( e governadores, deputados e senadores) estamos vivendo um momento terrível na vida política do país; assistimos de camarote os desfechos da Lava-Jato e as delações dos envolvidos que escandalizam dezenas de políticos profissionais, escancarando nossa fragilidade de organizar um país.
Ainda existem muitos "alienados" defendendo bandeiras (A ou B) e se esquecendo que, no momento, todos estão no mesmo patamar; patamar da vergonha!
Também há alguns pseudo-candidatos que estão fazendo barulho, com discursos eleitoreiros e enganosos. É bom ficarmos de antena ligada!
Vamos ter a chance, nas urnas, ano que vem de mudar esse panorama. Vamos acabar com a corrupção nesta terra tão abençoada por Deus e manipulada por uma minoria sem escrúpulos.
Que este período que vivemos sirva de lição e saibamos escolher melhor nossos representantes.
O Brasil tem jeito, depende de nós!

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Eclesiástico 44/Em dia com a Bíblia


"1.Façamos o elogio dos homens ilustres, que são nossos antepassados, em sua linhagem. 2.O Senhor deu-lhes uma glória abundante, desde o princípio do mundo, por um efeito de sua magnificência. 3.Eles foram soberanos em seus estados, foram homens de grande virtude, dotados de prudência. As predições que anunciaram adquiriram-lhes a dignidade de profetas: 4.eles governaram os povos do seu tempo e, com a firmeza de sua sabedoria, deram instruções muito santas ao povo. 5.Com sua habilidade cultivaram a arte das melodias, publicaram os cânticos das escrituras. 6.Homens ricos de virtude, que tinham gosto pela beleza, e viviam em paz em suas casas. 7.Todos eles adquiriram fama junto de seus contemporâneos, e foram a glória de seu tempo. 8.Aqueles que deles nasceram deixaram um nome que publica seus louvores. 9.Outros há, dos quais não se tem lembrança; pereceram como se nunca tivessem existido. Nasceram, eles e seus filhos, como se não tivessem nascido. 10.Os primeiros, porém, foram homens de misericórdia; nunca foram esquecidas as obras de sua caridade. 11.Na sua posteridade permanecem os seus bens. 12.Os filhos de seus filhos são uma santa linhagem, e seus descendentes mantêm-se fiéis às alianças. 13.Por causa deles seus filhos permanecem para sempre, e sua posteridade, assim como sua glória, não terá fim. 14.Seus corpos foram sepultados em paz, seu nome vive de século em século. 15.Proclamem os povos sua sabedoria, e cante a assembléia os seus louvores! 16.Henoc agradou a Deus e foi transportado ao paraíso, para excitar as nações à penitência. 17.Noé foi julgado justo e perfeito, e no tempo da ira tornou-se o elo de reconciliação. 18.Por isso foram deixados alguns na terra, quando veio o dilúvio. 19.Ele foi o depositário das alianças feitas com o mundo, a fim de que ninguém doravante fosse destruído por dilúvio. 20.Abraão é o pai ilustre de uma infinidade de povos. Ninguém lhe foi igual em glória: guardou a lei do Altíssimo, e fez aliança com ele. 21.O Senhor marcou essa aliança em sua carne; na provação, mostrou-se fiel. 22.Por isso jurou Deus que o havia de glorificar na sua raça, e prometeu que ele cresceria como o pó da terra. 23.Prometeu-lhe que exaltaria sua raça como as estrelas, e que seu quinhão de herança se estenderia de um mar a outro: desde o rio até as extremidades da terra. 24.Ele fez o mesmo com Isaac, por causa de seu pai, Abraão. 25.O Senhor deu-lhe a bênção de todas as nações, e confirmou sua aliança sobre a cabeça de Jacó. 26.Distinguiu-o com suas bênçãos, deu-lhe a herança, e repartiu-a entre as doze tribos. 27.Conservou-lhe homens cheios de misericórdia, que encontraram graça aos olhos de toda carne." 


Galo

Como se diz no interior, o "Galo" precisa criar brio e jogar bola. Não há mais desculpas para o fracasso dessa equipe, recheada de (ditos) craques.
Trocou-se o técnico e pouco adiantou.
Parece que alguns jogadores estão com má vontade de trabalhar , ou seja, de jogar bola!
Vamos fazer ainda mais alguns jogos neste Brasileiro e precisamos de pontos para não fechar o ano com um rendimento inexpressivo como este que até agora conseguimos.
Não basta só ganhar sempre do Cruzeiro...

BR352 ou estrada? Manifestação!



A situação caótica que está a BR 352 em Minas Gerais (trecho entre Abaeté e Ponte do Rio Pará) e a total falta de segurança da mesma, fizeram com que a população das cidades em torno da via agendasse uma manifestação pacífica para o próximo dia 15 de novembro, feriado nacional, no afã de conseguir uma solução prática de imediato  para a problemática desta via (parece mais uma estrada) que possui um grande fluxo de veículos neste trecho.
Através das mídias sociais as comunidades de Abaeté, Pompéu, Martinho Campos, Ibitira, Alberto Isaacson e outras, estão armando essa manifestação que será realizada na semana  que vem.
E o fato precisa realmente ser verificado, pois sem chuva a via já está um caos, imaginem quando as águas começarem a cair de verdade mesmo.
Espero que este texto e, principalmente, a mobilização da sociedade regional cheguem aos órgãos responsáveis pela via (DNIT, DER, Governos federal e estadual) e que algo seja feito.
A vida de nossos cidadãos agradece!