abadiaemfoco

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Causo da Lagartixa

Certo amigo nosso, morador da Badia, uma vez adoeceu e teve que parar de beber por mais de uma semana. Sua mãe, muito severa, ao fim da semana de reabilitação ordenara ao filho que ficasse pelo menos um mês sem ingerir a "marvada". Acontece que o dito cujo tinha  um carnê do Churrascão do Curral e, aproveitando-se disso foi ao Parque de Exposição e lá tomou todas. Ao ver que estava embriagado e sem condições de beber mais nosso amigo resolvera voltar para casa lá pelas 05h da manhã do domingo. Ao chegar na casa (muito antiga por sinal) viu que a luz estava acesa e então ele pensou: Nossa! Se mamãe me ver nesse estado ela me castiga. Aí ele pensou, pensou e, olhando para o teto da varanda viu uma lagartixa se arrastando silenciosamente pelo forro de madeira. Nisso uma luz veio à sua mente: vou me arrastando pelo chão até meu quarto, que nem a lagartixa, assim mamãe não me vê.
E assim foi feito: ele deitou no piso da varanda e foi se arrastando que nem o pobre animal, passando pela sala, pelo corredor rumo ao seu quarto. Ocorre que, estando meio escuro ainda nosso amigo não vira o tacho de cobre encostado na parede do corredor, vindo a derrubá-lo fazendo maior barulho. Nosso herói ficou ali, esticado no chão, quietinho que nem lagartixa de verdade. Sua mãe chegou, viu a cena e disse em voz bem alta: "Que isso meu filho você está ficando doido?" , no que ele respondera: " Doida tá é a senhora conversando com lagartixa"!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário