abadiaemfoco

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Causo do futebol no Buriti Grande


E esse aconteceu realmente.
Jogávamos bola, nas décadas 70/80, no time do Abadia (time do Tody). E, frequentemente, fazíamos jogos nas cidades vizinhas e aqui mesmo em nosso grande e belo município.
Num belo domingo fomos para a porta do campo (todos já calçados de chuteira – para mostrar que estávamos indo jogar bola) esperar o caminhão da Caf para irmos ao Buriti Grande, onde faríamos um amistoso contra o Guarani.
O jogo estava marcado para as 9h00, porém saímos às 7h00 porque naquela época a estrada era de terra e, ainda por cima, estava com sinal de chuva.
Uma vez dentro do caminhão começavam as brincadeiras (algumas até de mal gosto). Tinha um companheiro que travava um diálogo com o Geriowaldo assim:
____Comprei uma panela de pressão ontem.
____Pra quê?
____Pra ver se eu “cozinho” mais depressa (fale rápido).
Outra dupla assim falava:
___Zé , fala Oscar muitas vezes e depressa.
___ Oscar,  oscar, , Oscar, Oscar -  (internauta: fale e você descobrirá um segredo hihihihi).
E era essa alegria (bobagem) até chegarmos ao destino do jogo: o centro do povoado de Buriti Grande. Isso mesmo. O campo era no centro da comunidade. Um campo de terra, porém bem plano e cheio de torcedores em dias de jogos.
Assim que chegamos fomos ao bar do Zé Pequeno trocar de roupas e , logo após,  entramos dentro do campo onde a equipe do Guarani já nos esperava com seu tradicional uniforme verde e branco.
O jogo começa e era bola pro alto, bola pros lados, bola pro mato, menos pro gol. Foi assim até a vara de porcos de um criador lá do Buriti entrar no campo e o jogo então teve que ser interrompido. Ficou quase meia hora parado até que o último leitão transpusesse as linhas do campo.
Recomeçamos o jogo e, então, eis que acontece um pênalti a nosso favor. Pedi pra bater e lá fui eu, estilo Kaká, ajeitei a bola , mirei e “tá no filó”! Um a zero pro Abadia.
Nisso, aos 15 minutos do segundo tempo começa a chover bastante e o campo fica alagado, deixando o jogo mais duro. Era pancadaria geral. Porém a galera tava gostando do jogo e ninguém queria sair dali, mesmo chovendo.
Aí nova parada. O ônibus da Sertaneja para, no meio do campo, para descer os passageiros que vinham de Bom Despacho até o Buriti Grande. Todavia, ao dar a partida, o ônibus atolou e não conseguia sair do lugar. Fim da partida. Abadia 1x0Guarani
E gastou a molecada toda para desatolar o ônibus e o caminhão da Caf....Ô vida dura sô!


Nenhum comentário:

Postar um comentário