abadiaemfoco

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

História da Igrejinha do Pinheiro


Cerca de dois quilômetros do centro de Martinho Campos, na estrada velha que dava saída para várias fazendas e a cidade de Pompéu/MG (Próximo ao Restaurante Pinheiro), está localizada uma ermida chamada de Igrejinha do Pinheiro.
Antigos contam que um estranho e ferocíssimo Boi Preto cercava na estrada os viajantes noturnos, apavorando-os com grandes berros e jatos de fogo pelas ventas. Os cavalos refugavam, derrubando seus donos e disparavam pelo cerrado, seguidos de perto pelos cavaleiros em desenfreada corrida. Um jovem destemido, sobre seu cavalo, teria enfrentado a fera e esta, dominada, declarou que se tratava da alma do Padre Pinheiro que deixara de cumprir promessa feita por ele, de erigir naquele local uma capela. Rogava então que alguém fizesse por ele para livrá-lo da punição. A capela fora feita, piedosamente construída com esmolas de muitos fiéis. A partir daí o Bicho Preto nunca mais apareceu e a paz e o sossego voltaram a reinar nas estradas da Badia para o bem de todos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário