abadiaemfoco

domingo, 14 de abril de 2013

Geriowaldo e a linguiça


O Geriowaldo e seu compadre Zé Cagueiteira já estavam completamente bêbados, ao saírem do Show no Parque de Exposição da "Badia", quando um fala para o outro:
— Vamos toma mais um porre, compadre? Vamos? Quanto você tem aí?
— Cinquinho. Eu tenho cinquinho! E mostra a nota.
— Quanto cê tem?
— Tenho 1 e vinte!
— Não vai dar...
— É, não vai...
Os dois cambaleando até que um teve uma ideia:
— Tive uma ideia! A gente compra uma linguiça calabreza com o dinheiro, vai para o bar e toma um monte de "breja".Aí, cê se abaixa eu ponho a linguiça para fora, cê começa a chupar e o dono do bar vai ficar tão puto que nos não vamos pagar...
— Tá bão, então vamos...
E compraram a linguiça e foram para o bar. Tomaram até sair pela orelha.
Aí o Zé Cagueiteira se abaixou e começou a chupar a linguiça. O dono do bar ficou puto e os dois saíram sem pagar...
— Beleza, num disse! Vamos pra outro bar!
— Agora!
E assim foram, uns 3 bares. Aí o Cagueiteira, que estava chupando a linguiça fala:
— Oh Gê, não é por nada, mas será que dá pra trocar um pouco? Tô ficando cansado de chupar. No próximo bar é sua vez, tá?
— Tá bom Zé. Só que não fica chateado? é que eu perdi a linguiça depois do primeiro bar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário