abadiaemfoco

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Mais quadrinhas


“Não é que eu tenha medo de morrer. É que eu não quero estar lá na hora que isso acontecer.”

Sem inspiração
estou agora.
Tento atiçar a imaginação
mas ela demora.
Não consigo pensar em algo
que faça rimas.
É como querer acertar o alvo
com a flecha apontada para cima.
Não acho um bom assunto
que se organize bem em versos.
Mesmo sabendo que no mundo
há mil assuntos diversos.
Que coisa chata,
não consigo imaginar.
Isso quase me mata,
porque é horrível não poder pensar.
Mas espere um momento,
mesmo não tendo um tema,
se estas frases vou relendo,
vejo que é um poema!
/Clarice Pacheco/
“Diga-me com quem andas, que eu te direi se vou contigo.”
“Se você é capaz de sorrir quando tudo deu errado, é porque já descobriu em quem pôr a culpa.”
“Malandro é o pato, que já nasce com os dedos colados para não pôr aliança.”
“Devo tanto que se eu chamar minha mulher de “Meu Bem” o banco toma!!”
“Nunca desista do sonho. Se não encontrar numa padaria, procure na próxima.”
“Se não puder ajudar, atrapalhe, afinal o importante é participar.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário