abadiaemfoco

sábado, 14 de setembro de 2013

Governo anuncia saneamento para 65 cidades mineiras

"Martinho Campos está incluída"



Mais saneamento e qualidade de vida para os municípios mineiros.
 O vice-governador Alberto Pinto Coelho assinou quarta-feira, na Cidade administrativa, novas
ordens de serviço que autorizam a Copasa a iniciar as obras de ampliação e melhorias dos sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário em 65 municípios.
 Os recursos – que fazem parte do maior programa de investimento em saneamento da história do Estado, o Água da Gente, lançado pelo Governo de minas no ano do cinquentenário da Copasa – serão aplicados em cidades das regiões Norte, Noroeste, Sul e Centro--oeste, além da região metropolitana de belo Horizonte.
“O grande alcance do Programa Água da Gente prevê investimentos que visam à qualidade da água, mas, fundamentalmente, propicia a coleta e o tratamento do esgoto. Dados da organização mundial de Saúde mostram que, para cada real investido em saneamento, os governos economizam quatro reais em custos no sistema de saúde”, ressaltou Alberto Pinto Coelho.
META - a meta do programa é beneficiar diretamente 15,2 milhões de mineiros com obras
de abastecimento de água, além de outros 10 milhões de cidadãos com esgotamento sanitário.

De acordo com o diretor-presidente da Copasa, Ricardo Simões, desde o lançamento, em março deste ano, já foram liberados mais de R$ 400 milhões. “o Água da Gente é um programa ambicioso e necessário para o desenvolvimento de minas, que propõe levar para a população água tratada e devolvê-la ao meio ambiente nas mesmas condições”, afirmou Simões.

Martinho Campos está entre as 65 cidades beneficiadas. Com esse suporte financeiro (Copasa) nosso sistema poderá ser melhorado e ampliado (diga-se de passagem também para os distritos).

A boa notícia no entanto é que as obras do nosso esgoto estão sendo concluídas. Isso mesmo! A Copasa está construindo as Etes em nossa cidade (ali no trevo). Assim poderemos ter uma vida mais saudável e não poluirmos ainda mais os leitos  Córrego do Bambé e Rio Picão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário