abadiaemfoco

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Acabou o Mineiro

Poderia ter sido diferente, poderia o Cruzeiro estar comemorando o título, honradamente, conforme manda o figurino. Todavia, o bandeirinha da partida, juntamente com o senhor Juiz (que se diz da FIFA) atrapalharam o espetáculo, deixando de marcar o pênalti em Jô, num momento crucial da partida.
Fora isso o clássico foi equilibrado e ambas equipes mereceram sair com a vitória. Realmente temos dois grande times de futebol em Minas Gerais.
O Presidente Kalil deverá tomar sérias medidas contra a arbitragem, pois o Galo, num passado não tão distante assim, foi deveras prejudicado; e agora vem uma turma aqui em Minas, apitar o maior clássico do Brasil na atualidade e acabam com o espetáculo, uma verdadeira vergonha.
Temos, atualmente, o melhor ataque do Brasil (com direito a vaga na seleção) e teríamos confirmado isso se R10 tivesse batido o pênalti que realmente existiu. Mas são coisas escusas assim que mancham uma grande partida.
Fica um gosto de desapontamento por causa de tudo o que o Atlético vem fazendo dentro de campo. 
Agora é erguer a cabeça e pensar na Libertadores. Lá, pelo menos, não teremos esse trio apitando nossos jogos não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário