abadiaemfoco

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Eleições 2014


Com a prematura morte do presidenciável Eduardo Campos (PSB) o quadro político eleitoral deu uma reviravolta; e foi uma mudança que irá também modificar o futuro do Brasil.
Até então tínhamos uma oposição regular que lutava para modificar uma situação que já dura doze anos e que já deu o que tinha para dar. Agora, com a Marina Silva assumindo a cabeça da chapa do PSB na disputa ao Palácio do Planalto, a coisa muda de figura literalmente.
Já bem votada no último pleito, Marina surge como uma oposição consciente, jovem e com ideias estruturais que poderão alavancar o nosso país a um patamar de mais prestígio e riquezas no cenário mundial.
Dona de uma oratória condizente com os anseios da população, a candidata da oposição vem com um imperativo dom de cativar os mais jovens, no intuito de formar um Brasil mais coeso e com mais determinação política.
Agora a definição do vice, ou da vice (já que a viúva de Eduardo Campos poderá assumir este posto) irá colocar mais lenha nesta já disputa acirrada para presidente da República.
Quem ganha é o povo, que tem uma opção sadia e sustentável para ocupar  o posto mais alto da política brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário