abadiaemfoco

quarta-feira, 15 de julho de 2015

E se acontecesse?

Há alguns anos Ibitira, por intermédio de seus moradores, tentou se emancipar de Martinho Campos, numa brecha em que então a Lei permitia tal procedimento. Muitos distritos inclusive (na época) conseguiram tal façanha. Todavia, Ibitira não foi à cidade por diversos motivos e até hoje pertence à grande "Abadia".
O abadiaemfoco, após longas filosofias resolveu imaginar como seria se Ibitira fosse emancipada de Martinho Campos. E chegou às seguintes conclusões:

1 - Ibitira seria um município independente, com muitas riquezas e teria como distrito Alberto Isaacson, além dos povoados de Boa Vista, Monjolinhos, Sacramento, Riacho e Capão do Zezinho;

2 -  A divisa com Martinho Campos seria no Rio Picão, o que tornaria o suposto município muito extenso;

3 - Teria um prefeito, um vice e nove vereadores. Sendo que a Prefeitura seria construída na Praça juntamente com a Câmara;

4 - Pertenceria à Comarca de Martinho Campos;


5 - Seriam abertas mais escolas no local;

6 - Haveria um Pronto Atendimento com médico 24hs; além de ambulância e Farmácia Popular;

7 - Teria policiamento ostensivo e judiciário (PM e PC);

8 - Os carros teriam placas com os dizeres : Ibitira/MG;

9 - Receberia verbas (FPM e outras) do Governo Federal e Estadual;

10 - Haveria um grande desenvolvimento na , então, cidade.

Tudo isso e muito mais. Claro que também haveria mais problemas que os habituais, porém as compensações seriam maiores que as perdas.
Foi uma pena não ter acontecido, pois o Distrito de Ibitira é maior que muitos municípios mineiros e tem uma população ativa e moderna, além de uma excelente infraestrutura. Quem sabe num futuro próximo tenhamos novamente mais uma chance. Caso contrário é ficar firme e exigir os direitos desse maravilhoso lugar abençoado por Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário