abadiaemfoco

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Pimentel deu um reforço na PM / Esperemos que chegue até MCampos

Fora publicado ontem (14/12) uma notícia muito boa na área de segurança pública do Estado de Minas Gerais. Trata-se de novas viaturas para patrulhamento ostensivo de mais de duzentas cidades de nossas Minas Gerais.
Será que isso seria o prenúncio de uma melhoria quanto a recursos materiais e (talvez) humanos para Martinho Campos (principalmente Ibitira e Alberto Isaacson)?
Vamos aguaardar pra ver. Em todo caso já é uma bela iniciativa do senhor Governador. Parabéns!
imagem de destaque
Veja a reportagem na íntegra, extraída do site www.agenciaminas.mg.gov.br
A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) vai receber um reforço total de 2.463 viaturas. Além dos 113 veículos entregues pelo governador Fernando Pimentel, na quinta-feira (10/12), com destino ao policiamento de trânsito e de meio ambiente, outras 2.350 foram anunciadas, por locação, para fortalecer a frota da corporação em todo o território mineiro.
De acordo com o subchefe do Estado Maior, coronel André Leão, ao todo, 247 cidades serão beneficiadas. A licitação para a compra dos veículos já foi realizada, mas ainda faltam a assinatura do contrato e a definição de como será feita a distribuição, que poderá ocorrer de uma só vez ou por lotes, a partir de 2016.
"Já estão confirmadas 850 viaturas para a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e cidades do entorno, o que corresponde a 38,54% da alocação", indica Leão. Estão previstos para essa área 41 automóveis Palio para o serviço de inteligência, 563 veículos Palio Weekend, 243 viaturas SUV com cela (4x2) e três viaturas modelo S10 (4x4).
 "Todas as viaturas são novas, de última geração, equipadas com xadrez, GPS de navegação e localização, sinalizador strobo LED (luminoso mais poderoso) e rádio digital, com melhor transmissão e que não permite interferência de sinal", destaca o coronel André Leão.
Outro direcionamento é garantir a distribuição às cidades com mais de 30 mil habitantes e as cidades com até 30 quilômetros de distância dos batalhões e companhias independentes. Com a alocação dos veículos, a PMMG vai assegurar, ainda, a renovação da frota, que passará de sete para três anos em idade média, com menor custeio.
"A alocação é uma estratégia da Polícia Militar para garantir maior efetividade junto à população. Se soma ao conjunto de ações, como, por exemplo, a contratação de policiais para ampliar a prevenção e a segurança em todo o estado", finaliza o coronel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário