abadiaemfoco

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

SEAP assume Cadeia Pública de Bom Despacho/MG

SEAP assume cadeia pública de Bom Despacho
Na manhã do dia 29 de setembro de 2016, foi realizada na cadeia pública de Bom Despacho, uma solenidade em comemoração à passagem do policiamento da Cadeia Pública para a SEAP – Secretaria Extraordinária de Administração Prisional.
Participaram da cerimônia: o Comandante do Sétimo Batalhão de Polícia Militar, Tenente Coronel Rodrigo Teixeira Coimbra, o Comandante da 50ª Companhia de Policiamento Tenente Antônio Marcos Azevedo, o Juiz de Direito da Comarca Dr. João Batista Simeão da Silva, o Promotor de Justiça Dr. Giovane Avelar Vieira, o Delegado de Polícia Dr. Fábio Henrique Xavier e Silva, a diretora referência da 7ª RISP Sara Simões Araújo Pires, acompanhados de demais policiais Civis, Militares e Agentes Penitenciários da Cidade de Pará de Minas e Bom Despacho.
O policiamento da cadeia pública de Bom Despacho, que até a presente data era realizado por agentes penitenciários, apoiados pelos militares da 50ª Companhia de Polícia Militar, doravante, será de responsabilidade da SEAP, que contará com um efetivo de 27 agentes prisionais.

REBELIÃO
A antiga cadeia de Bom Despacho foi destruída por uma rebelião de presos em dezembro de 2010 e estava interditada. Segundo divulgação do governo de Minas, através da arrecadação de penas de prestação pecuniária aplicadas na Justiça local foram investidos em 2016, R$ 72 mil em reformas que garantem também um aumento no número de vagas, de 60 para 86. 
O juiz de Execução Penal da Comarca de Bom Despacho, João Batista Simeão da Silva, informou que os presos originários de Bom Despacho estavam sendo enviados para o Complexo Penitenciário Pio Canedo, em Pará de Minas, a cerca de 80 quilômetros, o que dificultava o acesso dos familiares. “Nossa principal preocupação é com a garantia dos direitos dos presos, como o de cumprir pena perto de suas famílias”, afirmou.
Segundo o juiz, a reativação da unidade prisional na cidade traz uma série de vantagens, como a agilidade no cumprimento de citações de presos que respondem a processo criminal e eventuais deslocamentos para audiências. 
Após a rebelião em 2010, a Polícia Civil continuou administrando a cadeia, que ficou limitada a uma cela para presos provisórios. De acordo com o delegado Fábio Henrique Xavier, com a assunção da Seap, as atividades típicas da polícia serão liberadas, assim como de outros servidores da instituição em Bom Despacho.
Com a reativação da cadeia a intenção será executar o plano construído em 2015, em conjunto entre Polícia Civil e Seap, em transferir todos os presos remanescentes sob gestão da Polícia Civil de Minas Gerais, referente a 4.200, para o sistema prisional da Seap. Atualmente, mais da metade dessa meta foi cumprida, conforme o governo de Minas.
(Créditos para a Rádio Difusora de Bom Despacho/MG)

Nenhum comentário:

Postar um comentário