abadiaemfoco

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Eclesiástico 46/Em dia com a Bíblia


"1.Josué, filho de Nun, foi um valente na guerra. Sucedeu Moisés entre os profetas; foi ilustre, tão ilustre como o nome que trazia, 2.muito ilustre salvador dos eleitos de Deus, para derrubar os inimigos que se levantavam, e para conquistar a herança de Israel. 3.Que glória não alcançou ele em levantar as suas mãos, e em brandir a espada contra as cidades! 4.Quem pôde enfrentá-lo? Pois o Senhor mesmo lhe trazia os seus inimigos. 5.Não deteve ele o sol, em sua cólera? Não se tornou um só dia tão longo como dois? 6.Ele invocou o Altíssimo todo-poderoso, atacando os inimigos de todos os lados: o Deus grande e santo o atendeu com uma chuva de pedras de grande força. 7.Investiu impetuosamente contra as hostes inimigas, e despedaçou-as na descida do vale, 8.para que as nações conhecessem o poder de Deus, e soubessem que não é fácil combater contra Deus, ele seguiu sempre o Todo-poderoso. 9.No tempo em que Moisés ainda vivia, praticou um ato de piedade com Caleb, filho de Jefoné, permanecendo firme contra o inimigo, impedindo o povo de pecar, e abafando a murmuração excitada pela malícia. 10.Dentre um número de seiscentos mil homens de pé, esses dois foram escolhidos e poupados da morte, para levar o povo à sua herança, nessa terra onde mana leite e mel. 11.O Senhor deu força a Caleb; até a velhice permaneceu ele vigoroso, para subir a um lugar elevado na terra (prometida), que a sua descendência recebeu como herança, 12.para que todos os israelitas reconhecessem que é bom obedecer ao Deus santo. 13.Em seguida, vieram os juízes, cada um (designado) pelo seu nome, aqueles cujos corações não se perverteram, e que não se afastaram do Senhor. 14.Que a sua memória seja abençoada, e seus ossos floresçam em seus sepulcros! 15.Que seu nome permaneça eternamente, e passe aos seus filhos com a glória desses santos homens! 16.Amado pelo Senhor seu Deus, Samuel, o profeta do Senhor, instituiu um novo governo, e ungiu príncipes entre o seu povo. 17.Julgou a assembléia segundo a lei do Senhor. E o Deus de Jacó o visitou. Por sua fidelidade ele se mostrou verdadeiramente profeta, 18.e foi fiel em suas palavras, porque viu o Deus da luz. 19.Invocou o Deus todo-poderoso, ofereceu-lhe um cordeiro sem mácula, quando os seus inimigos o perseguiam por todos os lados. 20.O Senhor trovejou do céu, fazendo ouvir sua voz com grande estrondo. 21.Destroçou os príncipes de Tiro, e todos os chefes dos filisteus. 22.Antes de terminar a sua vida neste mundo, tomou como testemunha o Senhor e seu Cristo, de que não tinha recebido dinheiro de pessoa alguma, nem mesmo uma sandália, e não achou ninguém que o acusasse. 23.Depois disso, adormeceu e apareceu ao rei, e lhe mostrou seu fim (próximo); levantou a sua voz do seio da terra para profetizar a destruição da impiedade do povo." 



Nenhum comentário:

Postar um comentário