abadiaemfoco

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Em relação à reforma da Previdência

A proposta da reforma da previdência será entregue esta semana, pessoalmente pelo Presidente Bolsonaro, ao Congresso para que seja analisada e possivelmente votada.
É unânime a compreensão de todo cidadão que a previdência atual está defasada e gera prejuízos aos estados e municípios, além de ser inviável a médio e longo prazo. Todavia, alguns pontos têm que ser observados para que o fardo da correção não caia somente nos ombros do trabalhador (diga-se cidadão comum) brasileiro.
Primeiramente deve se mexer na aposentadoria dos parlamentares que é uma afronta ao povo. Para se ter uma ideia, um senador precisa somente de alguns poucos anos para se aposentar e ter uma gorda remuneração. Também se faz necessário mexer nas regras da previdência de todos os poderes. Corrigindo-se os de cima poderemos ter uma economia e manter a balança dentro dos limites aceitáveis.
Agora é a hora de cobrarmos de nossos deputados federais e senadores para que tenham a hombridade de analisarem e votarem coerentemente com os anseios da população brasileira.
Reforma sim, fardo não!

Nenhum comentário:

Postar um comentário