abadiaemfoco

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Eclesiástico 16/Em dia com a Bíblia


"1.Não te regozijes de ter muitos filhos se são maus, nem ponhas neles a tua alegria, se não tiverem o temor de Deus. 2.Não confies na sua vida, nem voltes os teus olhares para os seus trabalhos; 3.pois um único filho temente a Deus vale mais do que mil filhos ímpios. 4.Há mais vantagens em morrer sem filhos, que em deixar após si filhos ímpios. 5.Um único homem sensato fará povoar a pátria, enquanto que um país de maus tornar-se-á deserto. 6.Vi com meus olhos inúmeros exemplos, e meus ouvidos ouviram alguns ainda mais graves. 7.O fogo acender-se-á na assembléia do maus, e a cólera se inflamará sobre um povo incrédulo. 8.Os gigantes não imploraram o perdão de seus pecados, e foram destruídos, apesar de terem confiados na própria força. 9.Deus não poupou a terra onde residia Lot, mas abominou os seus habitantes por causa de sua insolência. 10.Não teve pena deles, exterminou a nação inteira, que se engrandecia com o orgulho, apesar de seus pecados. 11.Assim aconteceu com os seiscentos mil homens vivos que se haviam reunido na dureza de coração; ainda que um único se tivesse mostrado obstinado, seria para admirar que não tivesse sido castigado, 12.pois misericórdia e ira estão sempre em Deus, grandemente misericordioso, porém capaz de cólera. 13.Os seus castigos igualam sua misericórdia; ele julga o homem conforme as suas obras. 14.O pecador não escapará em suas rapinas, e não será postergada a espera daquele que exerce a misericórdia; 15.toda a misericórdia colocará cada um em seu lugar, conforme o mérito de suas obras e a sabedoria de seu comportamento. 16.Não digas: Furtar-me-ei aos olhos de Deus; quem se lembrará de mim no alto do céu? 17.Não serei reconhecido no meio da multidão; quem sou eu no meio de uma tal multidão de criaturas? 18.Eis que o céu e o céu dos céus, o abismo, a terra inteira e tudo o que encerram se abalarão quando ele aparecer. 19.As montanhas, as colinas e os alicerces da terra tremerão de pavor quando Deus os olhar. 20.No meio de tudo isso, o coração do homem é insensato; Deus, porém, conhece todos os corações. 21.Quem é aquele que compreende os caminhos (de Deus), e a tempestade que escapa aos olhos do homem? 22.Com efeito a maior parte de suas obras está oculta; quem anunciará, quem poderá suportar os efeitos de sua justiça? Pois as sentenças (divinas) estão longe do pensamento de muitos, e o exame geral só se realizará no último dia. 23.O homem de coração mesquinho só pensa em vaidades; o imprudente e extraviado só se ocupa de loucuras. 24.Meu filho, ouve-me, adquire uma instrução sadia, torna o teu coração atento às minhas palavras. 25.Dar-te-ei um ensino muito exato, vou tentar explicar-te o que é a sabedoria; torna o teu coração atento às minhas palavras, pois vou descrever-te com exatidão as maravilhas que Deus, desde o início, fez brilhar nas suas obras, e vou expor, com toda a veracidade, o conhecimento de Deus. 26.Por decreto de Deus suas obras existem desde o começo; desde a criação distinguiu-as em partes. Colocou as principais em suas épocas, 27.adornou-as para sempre; elas não sentiram necessidade nem fadiga, e nunca interromperam o seu trabalho. 28.Nunca nenhuma delas embaraçou a vizinha. 29.Não sejas incrédulo à palavra do Senhor. 30.Depois disto, olhou Deus para a terra, e encheu-a de benefícios. 31.É o que revela sobre a terra a alma de todo ser vivo, e é ao seu seio que todos eles voltam."

Nenhum comentário:

Postar um comentário