abadiaemfoco

sábado, 13 de abril de 2019

Eleições 2020 passa por agora!

2020 bate à porta e o advento das eleições municipais já é o assunto ("tititi") dos martinho-campenses nas esquinas, nas ruas, no campo, na fazenda ou numa mídia social!
É certo que a discussão política para eventuais candidaturas ao Paço Municipal e à Câmara Legislativa é salutar e benéfica para a democracia. Pois dá força para mudanças, posturas e ações mais voltadas para a população em geral.
Sabemos que nenhum governo é perfeito e , quase sempre, desagrada a muitos em prol de escolhas que são obrigatórias (outras nem tanto). Por isso a vontade do eleitor deve passar por esta discussão e no auxílio aos políticos (caciques) para escolha dos futuros candidatos a prefeito, vice e vereadores.
Muitos criticam a Câmara e o Prefeito, às vezes construtiva e necessariamente  e, outras vezes, em tom sarcástico  com intuito de constrangimento e desestruturação. Isso é normal e precisamos filtrar tudo para que o município possa se desenvolver de maneira sustentável e legal.
Um governo perfeito não existirá! Para que se tenha uma Câmara 100% atuante, bem como uma prefeitura otimizada e com mais de 90% de aprovação (Prefeito, vice e secretários) é necessário que as escolhas dos Partidos políticos sejam realizadas de maneira coletiva, inteligente e com regras. Assim o resultado poderá ser um governo eficaz e com o mínimo de transtornos.
Do jeito que é feito hoje estamos aquém desta democrata modernidade e de melhorias. Hoje os partidos escolhem candidatos pela sua liderança (o que é positivo), pelas famílias maiores, por ser "conhecido", por ser "bonzinho", por fazer favores, por ocupar tal cargo e, às vezes, pelo poder aquisitivo. 
Desta forma deixam de lado o que realmente importa: a atenção para com a comunidade; o conhecimendo das leis "políticas"; a sabedoria; o poder de discernimento; o convívio com a realidade laborativa do poder público; as possibilidades de mudanças etc. 
Urge, portanto, que estejamos participando das escolhas dos candidatos aos cargos eletivos junto aos partidos para um futuro grandioso que Martinho Campos merece.


Nenhum comentário:

Postar um comentário